Na região do Mirante Pagno em Flores da Cunha

O Mirante Pagno fica no norte do município, com acesso pela estrada que leva a Antônio Prado. O Mirante Pagno garante uma bela vista do Rio das Antas.

Mais adiante tem outro mirante do rio, mas fica em área particular e não consegui entrar. Passei por lá em agosto do ano passado, numa época em que os vinhedos estavam adormecidos.

Na região também fica a comunidade de São Vitor, com uma pequena igreja.

A estrada que leva a São Vitor também é conhecida como o desvio do pedágio da RS-122.

Na região também fotografei esta bonita casa de madeira.

O Rio das Antas separa os municípios de Flores da Cunha e Antônio Prado. A RS-122 tem a ponte do Rio das Antas e é bem movimentada. Curta mais fotos de minhas viagens por aí lá no Instagram.

Cenários do Filme da Minha Vida na Serra Gaúcha

O Filme da Minha Vida, de Selton Mello, foi lançado nos cinemas em agosto de 2017. O ator e diretor veio à Serra Gaúcha procurar locações para a filmagem. Assisti ao filme agora em agosto e reconheci vários lugares da Serra por onde já passei. O filme é bom. Conta a estória de um jovem que volta à sua cidade depois de estudar na capital. No mesmo dia em que ele volta, o pai vai embora, fato que muda a vida do rapaz e acaba se transformando no principal enredo do filme. Em setembro, numa de minhas andanças pela Serra, passei por lugares onde foram filmadas algumas cenas. A primeira delas é no Rio das Antas, junto a ponte ao lado da RS-431, que liga Bento Gonçalves e Cotiporã. No filme, é a Praia das Pedras, onde o jovem do filme aparece com a namorada.

Quem viu o filme vai lembrar da imagem das duas pontes ao fundo. Este local fica bem movimentado nos fins de semana, especialmente nos dias mais quentes.

No centro de Cotiporã, tem outro local que foi cenário do filme de Selton Mello. Este prédio ao lado da prefeitura foi transformado no cinema que aparece no filme. Este cinema tem uma importância muito grande na estória.

Hoje, funciona um bar lá. Ao lado tem outro prédio antigo, que não chega a aparecer no filme.

Em Fagundes Varela, cidade vizinha de Cotiporã, tem um prédio bem semelhante ao usado para ser o cinema do filme. Também fica ao lado da igreja e era uma antiga casa paroquial.

Em Cotiporã, tem uma bela casa de madeira que foi usada no filme como a Casa da Luz Vermelha, um cabaré. Tentei encontrar este casarão, mas descobri que fica numa propriedade particular, sem acesso ao público. Uma pena, porque o casarão é muito bonito e gostaria de conhecer. Enfim, para acabar o Post, uma foto da estrada onde o jovem do filme andava de bicicleta e de moto.

Esta bela casa antiga fica em Bento Gonçalves, em Faria Lemos, às margens da RS-431, já bem perto da BR-470. Quem assistir ao Filme da Minha Vida vai se identificar com muitos outros lugares da Serra, em Garibaldi e Farroupilha, por exemplo. O filme está disponível no You tube. Comprei por apenas 9,90. Mais barato que um ingresso de cinema. Tenho mais fotos de viagens lá no Instagram. Confira.

No mirante do Morro do Céu

Há duas maneiras de chegar a este mirante. Eu fiz o caminho mais longo, para variar. Depois de atravessar a ponte estreita sobre o Rio das Antas, a partir da RS-431, peguei uma estrada à direita onde uma placa indica Morro do Céu. É uma estrada de chão, estreita, mas em condições razoáveis. Acabei chegando ao mirante.

O mirante tem dois lados. Do lado direito é possível ver a barragem da usina 14 de julho.

Do outro lado tem-se uma vista do Rio.

Na verdade o mirante não fica no alto do Morro do Céu. Acho que este é apenas o nome da localidade, embora o morro fica lá.

Depois do mirante, em seguida tem a estrada que leva a Cotiporã, já com grande parte asfaltada. Subindo alguns quilômetros, tem o mirante da ferradura, de onde é possível avistar a usina de cima.

O Morro do Céu fica ao fundo, à direita. Embaixo, num espaço entre a água do rio das Antas, fica o local chamado de mirante do Morro do Céu. Do outro lado do Morro do Céu está a RS-431. O caminho mais longo circula o morro e acaba no mirante. Depois segue em frente e retoma a estrada para Cotiporã. A estrada de chão é boa e é possível circular com qualquer tipo de carro. Basta ter disposição. Confira mais fotos lá no meu perfil no Instagram.

O mirante Dal Castel de Monte Belo do Sul

O interior de Monte Belo do Sul revela muitas surpresas. Há muitas estradas asfaltadas, mas para chegar ao Mirante Dal Castel, parte da estrada é de chão e estreita. O mirante garante uma vista da RS-431 e do Vale do Rio das Antas, abaixo.

Há algumas placas indicando o caminho perto do centro de Monte Belo do Sul, mas depois as placas somem.

O mirante fica na localidade de Linha Alcântara Alta. Seguindo a estrada de chão em direção ao norte, é possível descer até a RS-431.

A estrada é bem estreita em alguns pontos.

Na 431, fica a Linha Alcântara Baixa, onde tem esta igreja.

Seguindo em direção ao Oeste, logo em seguida tem o acesso para Cotiporã, passando pela ponte baixa do Rio das Antas. Mais adiante tem a localidade de Santa Bárbara e seguindo mais alguns quilômetros fica a junção dos rios Carrero e das Antas, que formam o rio Taquari. Mais fotos de viagens estão disponíveis no Instagram.

O encontro do Rio da Prata com o Rio das Antas

Dois rios bastante conhecidos por quem costuma trafegar pela região da Serra Gaúcha. O Rio das Antas é maior. No município de Pinto Bandeira acontece o encontro das águas do Rio da Prata com o Rio das Antas. Esse encontro pode ser observado do alto de um morro, onde tem uma gruta religiosa.

O Rio da Prata está à esquerda, e deságua no das Antas, que segue seu rumo.

Ao lado desta vista tem a gruta religiosa de Pinto Bandeira.

As estradas da região são de terra e estão em bom estado.

Não muito longe da gruta tem outro ponto de observação do Rio das Antas. Um mirante com uma vista espetacular. Um lugar calmo e tranquilo para curtir a natureza.

Circulando de carro pelo interior de Pinto Bandeira, tem outros lugares com belas paisagens.

Pinto Bandeira é vizinho de Bento Gonçalves. A estrada principal que liga as duas cidades está com muitos buracos. Eu segui para Bento por um caminho alternativo, passando pelo rio Buriti. Assunto para o próximo Post. Confira mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.