Capelas e comunidades no interior de Cotiporã

Uma das boas coisas de viajar de carro pela Serra é pegar aquelas estradas de chão e descobrir para onde levam. Às vezes tem lugares bem interessantes, como a Cascata Esperança, do Post anterior. Desta vez segui uma estrada que ia até o Rio das Antas. No caminho passei pela capela Sagrado Coração de Jesus, com sua cruz de pedras.

Mais adiante, perto do rio das Antas, tem uma comunidade e a capela Nossa Senhora do Rosário, com sua bela torre de madeira.

Circulando pela região passei por algumas pontes sobre o Rio das Antas. Nesta, havia paredões de pedra nas margens do rio.

Depois subi em direção a Cotiporã. No caminho descobri esta belo casarão de madeira.

Parei o carro e pedi para o dono para fotografar.

Casarões de madeira de dois andares são mais difíceis de encontrar.

Em Cotiporã não encontrei restaurantes abertos para almoçar, já que era domingo. Tive de seguir para Veranópolis, então. Depois do almoço, continuei percorrendo estradas da região. Assunto para mais adiante. Confira mais fotos no meu perfil no Instagram.

A cascata Esperança de Cotiporã

Esta cascata fica escondida no meio de árvores junto a rochas no interior de Cotiporã. Cheguei na região a partir da RS-431, em Faria Lemos. A estrada que leva a Cotiporã, depois da ponte do Rio das Antas, está quase toda asfaltada. Já perto da cidade, entrei numa estrada de chão à direita.

No caminho tem uma pequena capela, a de Santa Luzia.

Depois é só seguir a estrada em direção ao Rio das Antas.

A cascata fica à direita, meio escondida.

Tem um lugar para estacionar o carro e caminhar pela área.

As estradas de chão na região estão em bom estado. É possível transitar com carro de passeio.

Além do Rio das Antas, a região é povoada de vinhedos.

Depois da cascata, segui em direção ao Rio das Antas, a caminho de uma comunidade no interior. Depois subi para Cotiporã por outro caminho e fiz novas descobertas. Assunto para o próximo Post. Confira fotos no meu perfil no Instagram.

De Mato Perso a Nova Pádua

Mato Perso é uma localidade que fica entre Caxias do Sul e Farroupilha. Para ir até lá tem uma estrada no interior de Caxias, passando por Santa Justina, onde sempre tem alguma coisa para fotografar.

img_20200719_1101397194297138174249555088.jpg

Na estrada de Mato Perso entrei à direita, em direção a Otávio Rocha, um distrito de Flores da Cunha. Tem um belo casarão antigo por lá.

img_20200719_1125142981254534006785493761.jpg

img_20200719_1128121588447410882332339242.jpg

A gruta de Otávio Rocha estava fechada. Segui até o centro da localidade.

img_20200719_1147006827693511667069230688.jpg

De lá peguei um caminho que faço sempre, quando vou a Nova Pádua. Uma estrada de chão que passa por vinhedos e lugares interessantes.

img_20200719_1158493458639496936728888554.jpg

Em Nova Pádua almocei no restaurante que fica no Belvedere dos Sonda com vista para o Rio das Antas.

img_20200719_1326208913642148332264987345.jpg

img_20200719_1233110581716542096823134918.jpg

O interior de Nova Pádua tem várias estradas asfaltadas que levam a localidades diversas.

img_20200719_1309045218541424538537627189.jpg

img_20200719_1309155461336291101101081166.jpg

Ao lado desta casa tem um riacho com uma pequena cascata.

img_20200719_1310037395054302349537663465.jpg

img_20200719_1311341083074412654571791098.jpg

img_20200719_1311508687276888252963412277.jpg

Depois era hora de pegar a balsa e atravessar o Rio das Antas, rumo a Nova Roma do Sul.

img_20200719_1509495524899936128958611872.jpg

Como tinha chovido bastante, a barragem da usina Castro Alves estava bem cheia.

img_20200719_1522531868219748596104045398.jpg

O dia estava perfeito, com muito Sol e temperatura agradável. Na semana que vem tem a sequência deste passeio. Confira mais fotos no meu perfil no Instagram.

 

Passeio pelo interior de Nova Roma do Sul

Em junho resolvi percorrer alguns caminhos no interior de Nova Roma do Sul. Depois de passar pelo cachoeirão e pelo antigo cemitério sueco, subi a RS-448 em direção ao centro da cidade. Pouco antes de chegar lá, peguei uma estrada asfaltada à esquerda. Fui parar numa pousada.

img_20200627_160203704321257188575320755.jpg

A Pousada Vale das Antas funciona nesta casa de madeira e cobra 100 reais por pessoa, com café da manhã.

img_20200627_1601303446951169133339491130.jpg

img_20200627_1606140034490366176758404083.jpg

Bem interessante para quem gosta de se hospedar em lugares rústicos. Da pousada se tem uma bela vista do Rio das Antas.

img_20200627_160311651562071003445451960.jpg

img_20200627_1602243633983110357398311525.jpg

Fica num lugar bem tranquilo e isolado.

img_20200627_1601582283831348953900913558.jpg

img_20200627_1606010912359725019790742775.jpg

img_20200627_1603441968545938981586858973.jpg

Perto da pousada, em direção à RS-448, fica esta capela.

img_20200627_1610359961390329218579548918.jpg

É a capela de São Roque.

img_20200627_1611306263216526099197835603.jpg

A região toda é cercada de vinhedos.

img_20200627_1610406854456075612698459260.jpg

img_20200627_1610198317018864586847354762.jpg

Depois desse passeio, voltei para a RS-448 e fui até o centro de Nova Roma do Sul. Na frente da igreja matriz, entrei à direita e segui em direção a Nova Pádua. No caminho fica a barragem da usina Castro Alves.

img_20200627_1625533162523487473552393773.jpg

Depois da chuva de julho voltei a passar por lá e a barragem estava assim:

img_20200719_153436_5597031654236395211234.jpg

Poucos quilômetros depois da barragem tem a balsa que atravessa o rio das Antas, caminho para Nova Pádua.

img_20200627_1635386715010520179580509445.jpg

img_20200627_1635596767328903183987554487.jpg

De Nova Pádua segui para Caxias do Sul, para passar a noite. Já tenho outro passeio à região programado. Vou percorrer o interior de Nova Pádua. Confira mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.

O histórico cemitério sueco do RS

Um lugar pouco conhecido e pouco divulgado, que fica no interior de Nova Roma do Sul, quase às margens do Rio das Antas. O acesso é feito a partir da RS 448, uns 4 ou 5 km depois da ponte de ferro. Há uma placa indicando o caminho. Depois é só seguir por uma estrada de chão.

img_20200627_1532175551562273570562307687.jpg

Logo em seguida, do lado direito, fica o cemitério.

img_20200627_1532099954035192072923751127.jpg

Os primeiros suecos chegaram ao Rio Grande do Sul por volta de 1890 e foram para esta região remota do Estado, às margens do Rio das Antas. O cemitério mostra a simplicidade com que viviam os primeiros moradores da área.

img_20200627_1533114135595941326291156672.jpg

img_20200627_1532548306051034876520429564.jpg

Alguns túmulos no meio da mata, mas as flores novas mostram que os cuidados continuam até hoje.

img_20200627_1533006116443069844919620288.jpg

img_20200627_1533232485702724306091246308.jpg

Como as terras em que os suecos moravam eram bem ruins para a agricultura, eles acabaram se mudando para o outro lado do rio, em Farroupilha, mas o local onde os antepassados eram sepultados permanece na área de origem.

img_20200627_1533312541906301370927710964.jpg

Esta mesma estrada é caminho para o Salto Escondido, uma bela cascata da região, que algum dia ainda irei conhecer. O acesso tem que ser feito a pé.

img_20200627_15334957256424270652295032.jpg

Os suecos possuem um museu no RS, que fica no interior de Farroupilha.

dscn3436

A Casa de Cultura sueca já foi tema de um Post aqui no site. Para conferir, clique AQUI. Agora tem asfalto em parte da estrada e é bem fácil chegar lá. Confira também mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.