Na região de Nova Roma do Sul

Quem já subiu ou desceu a RS-448 entre Farroupilha e Nova Roma do Sul sabe que a região é muito bonita. Mas tem outro caminho para chegar a Nova Roma, que eu costumo usar com frequência. É por Nova Pádua, atravessando de balsa o Rio das Antas.

img_20180715_1109550381785836182.jpg

A estrada é de chão, mas não é ruim. No lado de Nova Pádua está melhor. Dá para encarar até com um carro popular, sem problemas.

img_20180715_1121274891447901614.jpg

img_20180715_1122549771353159379.jpg

No caminho tem a usina Castro Alves, com um mirante com vista para a barragem, e algumas cascatas, que de acordo com o período de chuva, tem mais ou menos água.

img_20180715_112311108725100914.jpg

img_20180715_112241078297323726.jpg

Em alguns trechos é possível estacionar o carro e fotografar a paisagem.

img_20180715_1142412911470996885.jpg

Na divisa de Nova Roma do Sul com Farroupilha tem uma ponte de ferro histórica sobre o Rio das Antas. Já no trecho de Farroupilha, fica a Vila Jansen, com vinícolas e outras atrações. A partir da RS-448 também é possível acessar o Caminhos de Pedra. Vale a pena fazer este passeio. Confira mais fotos de minhas viagens no Instagram. Ou no Twitter.

Uma gruta em Nova Roma do Sul

Cerca de 5 Km antes do começo da cidade de Nova Roma do Sul tem uma placa na estrada indicando uma entrada à direita, caminho para uma gruta. A gruta é a Nossa senhora de Lourdes e fica a uns 8 ou 10 Km da RS-448. A maior parte do caminho é por estrada de chão, sendo que a parte final é bem perto do Rio das Antas, no meio de uma mata.

IMG_0511

Do outro lado do rio está Nova Pádua, e o restaurante do Belvedere dos Sonda.

IMG_0520

No caminho para a gruta, algumas paisagens bem bonitas.

IMG_0522

Depois de uns 10 minutos, chega-se na tão falada gruta.

IMG_0517

IMG_0516

O lugar é bem bonito.

IMG_0512

IMG_0515

IMG_0518

Para atravessar o Rio das Antas e seguir para Nova Pádua é preciso voltar e chegar ao centro de Nova Roma do Sul, entrando à direita ao lado do posto de combustíveis que fica na frente da igreja. Para curtir minhas fotos, me siga no Instagram. Ou no Twitter.

Aventuras de um fotógrafo cego pelo RS

O Jocemar Feijó é cego, mora em Alvorada, trabalha na área de TI e nas horas vagas tem diversas outras atividades. Uma delas é viajar pelo RS com a família. Nessas viagens o Jocemar faz o que todo viajante faz: fotografa. Ele não é profissional, mas como eu gosta de registrar os lugares por onde passa. 

Cambará do sul

Cambará do sul

O Jocemar tem 32 anos e perdeu a visão aos 16. Nas palavras dele, veja como são as viagens:

” Acredito que por eu já ter enxergado, facilita muito a compreensão das coisas. Gosto muito de fazer trilhas, pois o contato com a natureza não fica somente no visual. O Paradouro Fortaleza em Cambará Do Sul, foi o lugar em que mais tive interação, pois próximos dos cânions existem diversos córregos, que levam direto para a fenda e a subida é muito bacana, pois é entre árvores, pedras, animais, etc. Me sinto muito bem e aliviado nesses lugares.”

Cambará

Cambará

O Jocemar é casado, tem 2 filhos, e nos fins de semana não fica em casa não. Ele aproveita a vida da melhor maneira possível. Uma das atividades dele, por exemplo, é ser DJ. Mas o Jocemar faz mais:

“Sempre gostei do interior, da vida de campo, talvez por meus avós paternos serem do campo. Apesar do que me ocorreu, nunca me deixei abater e sou um cara muito positivo. Busco no interior um refúgio da vida na cidade, pois ser cego em uma grande cidade, não é fácil. A minha interação com o meio ambiente nessas viagens, é o mais variado. Meu cunhado é um cara muito descritivo e não deixa passar nenhum detalhe em branco. “

Pelas fotos dele, é possível perceber essa interação com o ambiente:

Nova Roma do Sul

Nova Roma do Sul

Nova Roma

Nova Roma

São José do Hortencio

O Jocemar cumpre roteiros bem variados pelo RS. As fotos abaixo são de Picada Café, na Serra. A foto acima é em Santa Teresa.

picada1

picada2

Agora conheça o Jocemar, o fotógrafo e DJ, que também curte esportes  radicais, como: rafting, rapel, trilhas, etc.

capa

O post de hoje é um exemplo de como se pode aproveitar a vida, mesmo com algumas limitações. O Jocemar, com certeza, aproveita muito bem a dele. Eu também tenho fotos no Instagram e no Twitter.

Um lugar para quem curte esportes radicais

Nova Roma do Sul tem o Rio das Antas e tem o Eco Parque Cia Aventura. Um lugar prá lá de especial para quem curte esportes radicais.

DSCN5419

O parque começou a ganhar forma em 2001, com a prática do Rafting. Aos poucos, o proprietário, o Julio Cesar, foi acrescentando novas atrações. Hoje, o parque é um lugar único na Serra Gaúcha. Pelo tamanho da área e pela variedade de esportes que oferece, não tem igual. O Eco Parque fica a uns 6 km do centro de Nova Roma do Sul, na estrada que leva a Antonio Prado. O bom atendimento e a formação de uma grande equipe, fizeram com que a Cia Aventura se tornasse referência no segmento de aventura em todo o Brasil. Muitos Instrutores oriundos de vários países e de outros estados brasileiros trouxeram uma boa bagagem de experiencia. O parque fica numa grande área verde.

DSCN5356

DSCN5357

DSCN5360

Ao chegar, o visitante recebe uma comanda e está pronto para praticar as atividades. Ao meio-dia é hora do almoço, também servido lá. A comida é caseira, e ótima. Ah, uma antiga casa da família foi transformada em pousada lá por 2009, para quem pretende passar o fim de semana no parque. Há vagas para 30 pessoas. Tem muita gente que curte ficar hospedado por lá mesmo. E uma das atrações do Parque é a tirolesa, que tem 3 etapas, num total de 1.400 metros.

DSCN5364

DSCN5368

DSCN5373

DSCN5376

DSCN5407

Acho que uma das atrações mais radicais é o Bunger Jump, que oferece uma queda de 65 m a partir de uma plataforma suspensa sobre o abismo….

DSCN5386

DSCN5401

DSCN5402

DSCN5409

Outra atração é o Pêndulo, que consiste num balanço gigante dentro do abismo do Eco Parque, chegando a uma altura média de 100 metros.

DSCN5378

Mesmo quem não curte muito esportes radicais pode aproveitar o parque e curtir a Natureza. Há riachos e cascatas. A região é muito bonita. Além disso, o Eco Parque conta com alguns animais exóticos legalizados pelo Ibama,entre eles o Tucano Toco de nome Tuco, a Jibóia BCC de nome Darwin e a Python Molurus albina de nome Latika.

DSCN5377

DSCN5395

DSCN5396

DSCN5398

DSCN5399

DSCN5410

A principal atração do parque, e acho que a que tem a maior procura, me parece ser o Rafting. São 8,5 Km pelo Rio das Antas, com uma duração que vai de 2h a 2h30. No percurso, algumas quedas de água que chegam a 80 cm. Antes de sair, no entanto, é preciso prestar muita atenção nas orientações que o Julio Cesar passa ao pessoal.

DSCN5415

DSCN5425

DSCN5423

DSCN5426

DSCN5430

DSCN5432

É um momento bastante divertido e descontraído, antes de enfrentar as corredeiras do Rio das Antas.  Acompanhando o treinamento, é possível perceber a empatia e o carinho que existe entre os integrantes da equipe.

DSCN5436

Depois é só seguir de ônibus até a região do Cachoeirão no Rio das Antas e se divertir. Quem dirige é o motorista Darci Marini. Há 16 anos ele faz este trajeto e conhece bem a estrada, garantindo plena segurança aos praticantes do Rafting.

DSCN5441

DSCN5443

DSCN5449

A saída é moleza. Depois vem as corredeiras e a aventura… O parque funciona nos fins de semana e o maior movimento é durante o verão. Então aproveite esta época que ainda faz um pouco de calor e o movimento é mais tranquilo e conheça o Eco Parque. Curta também as fotos do Blog no Instagram.