Conhecendo novas cidades no Noroeste Gaúcho

Com as cidades deste Post, já são 466 que eu conheço no RS. Faltam 31. A primeira cidade do roteiro é Humaitá. O prédio do Clube é de 1953.

img_20190719_095328338_hdr6678704915890326132.jpg

Vizinha a Humaitá fica a cidade de Crissiumal, que também tem um prédio antigo do clube. De 1951.

img_20190719_101637819_hdr1102407054693328726.jpg

Crissiumal tem um monumento na avenida principal e uma praça com antigos canhões.

img_20190719_101542987_hdr7466249338734301257.jpg

img_20190719_101328638_hdr7060654327060452367.jpg

Um casarão antigo no centro.

img_20190719_101315977_hdr974026071859194717.jpg

Para chegar a Nova Candelária é preciso enfrentar 14 km de estrada de chão a partir de Crissiumal. A estrada não está ruim. Nova Candelária tem população de origem alemã, o que se percebe na limpeza e na organização.

img_20190719_104416062_hdr2370763619194365740.jpg

img_20190719_104429908_hdr3598005776796390469.jpg

img_20190719_104442522_hdr439710747976848427.jpg

img_20190719_104458530_hdr25399265315139087.jpg

De Nova Candelária segui para a pequena São José do Inhacorá. São 4 km de estrada de chão. Asfalto só na avenida principal.

img_20190719_111031279_hdr795304816319558464.jpg

img_20190719_111332378_hdr4388460379368352608.jpg

Sede Nova é conhecido como o município da produtividade. A estrada é de chão e tem 10 km. No centro, uma avenida asfaltada, uma praça e a igreja.

img_20190719_115142419_hdr625450192758525666.jpg

img_20190719_1152000629222454832764322316.jpg

img_20190719_115204924_hdr9178757446915886450.jpg

img_20190719_115126319_hdr978417714925166248.jpg

Para chegar a São Valério do Sul foi meio complicado. Havia chovido na madrugada e a estrada a partir de São Martinho é de chão, com terra muito fofa. Tive de enfrentar um lodaçal que fez o carro dançar na estrada. Por isso a velocidade média foi de uns 10 km/h para não correr riscos.  A distância é de 9 km. Na chegada, o asfalto da rua principal foi um alívio.

img_20190719_132458699_hdr232677691626767894.jpg

img_20190719_132509835_hdr4544927911716982593.jpg

img_20190719_132429218_hdr7420820656358925182.jpg

De São Valério segui para Alegria, a 18 km de distância. Estrada de chão, mas com terra mais dura, mais tranquilo de trafegar. As fotos abaixo foram feitas no caminho.

img-20190719-wa00033957196625237595517.jpg

img-20190719-wa00028048249704653391233.jpg

Em Alegria só foi possível fotografar a igreja e a rua principal.

img_20190719_140303366_hdr8818552098167643006.jpg

img_20190719_140319588_hdr1386823714769616859.jpg

img_20190719_140329607_hdr2447907569417453460.jpg

De Alegria para Inhacorá a viagem é rápida, também por estrada de chão. Inhacorá é menor e menos organizada.

img_20190719_142307092_hdr1949702962205962950.jpg

img_20190719_142302569_hdr4731981620634804563.jpg

img_20190719_1422467375332264540415302500.jpg

De Inhacorá outra viagem rápida para Chiapetta. Tem asfalto, com alguns buracos. Chiapetta parece ser mais organizada, inclusive com uma rua coberta no centro.

img_20190719_144255037_hdr7267508066966742900.jpg

img_20190719_144238268_hdr7032626526496339716.jpg

A cidade também é conhecida como a terra da produtividade.

img_20190719_143839955_hdr3187561754139447430.jpg

img_20190719_144345112_hdr2292338763054753979.jpg

img_20190719_144431700_hdr3289984853355220657.jpg

img_20190719_144438749_hdr4534205522214651130.jpg

Com esse roteiro completei a região celeiro do RS. Já conheço todas as cidades dessa área. As 31 que faltam ficam na Fronteira Oeste e nas Missões. Meu destino nos próximos roteiros. Confira também meus perfis no Instagram. Twitter. Facebook.