Caminhadas em Gramado

Todo dia em faço caminhada de pelo menos 5 km. Em fevereiro saí de Porto Alegre para fugir um pouco dos dias mais quentes. Acabei em Gramado, no Hotel Alpestre, que tem ótimas piscinas. Fazia mais de 30 graus na cidade.

img_20200217_1325206932663172914227179787.jpg

img_20200216_1849435608009564400954010104.jpg

É o hotel ideal para quem viaja com filhos. A área de lazer do Alpestre é ótima. Pois em Gramado, com clima mais fresco, foi mais fácil fazer as caminhadas diárias. As ruas do bairro onde fica o hotel são bem tranquilas.

img_20200217_083241852347430957286321188.jpg

img_20200217_0825427288601478767998806798.jpg

Caminhando, cheguei ao famoso Lago Negro.

img_20200217_0842392258324938470102324517.jpg

img_20200217_0841390209082522043216011211.jpg

Uma caminhada em torno do lago revela algumas surpresas.

img_20200217_0838220993612339656682380988.jpg

img_20200217_0845394987825630265853222365.jpg

img_20200217_0849252081474173628863513376.jpg

Em Gramado, o tempo muda de repente, às vezes. Tem dias que no fim de tarde baixa até uma neblina.

img_20200216_1839120515592705212490611304.jpg

A cidade atrai turistas de todo o Brasil. Em janeiro e fevereiro, é comum ver argentinos passeando por lá. Praticamente não tem mais baixa temporada mas, mesmo assim, de vez em quando é possível encontrar um hotel com diárias em promoção. Confira ainda meu perfil no Instagram.

 

Pelo interior de Gramado e Canela

Quem visita Gramado e Canela geralmente fica restrito à parte urbana. Existem, no entanto, roteiros por áreas rurais dos dois municípios. Um deles vai ao Vale do Quilombo, que pode ser avistado do mirante na saída de Gramado para Canela. A entrada é pela RS-235, alguns quilômetros adiante. Há placas indicativas. A estrada tem asfalto em uma parte e depois vira estrada de chão, mas em ótimo estado. O primeiro ponto de parada é esta igreja de madeira, a de São Valentim.

img_20180323_14084546572133298.jpg

img_20180323_1409137961136136000.jpg

A localidade é conhecida como Linha 28.

img_20180323_140945484_hdr1220917800.jpg

Na região tem um Eco parque, que cobra ingresso de 15 reais por pessoa. Mas o bom mesmo é simplesmente passear de carro e curtir a paisagem.

img_20180323_143447444347483073.jpg

img_20180323_141010409135647198.jpg

img_20180323_140901459_hdr1006108007.jpg

Do Vale do Quilombo é possível subir direto para Canela, por uma estrada que passa por uma região conhecida como Chapadão. Esta estrada é mais estreita e tem alguns trechos com pedras, mas é trafegável.

img_20180323_14560409628185429.jpg

Na parte urbana, Gamado está ficando mais bonita, com o colorido das árvores no Outono.

img_20180324_1049146981930556009.jpg

A foto abaixo é do Lago Negro, um dos mais famosos pontos turísticos da cidade.

img_20180324_104455350_hdr1550947779.jpg

Na Praça das Etnias, ao lado da rodoviária, é o ponto de saída dos roteiros pelo interior de Gramado. Existe um local com folhetos e explicações de todos os passeios. Vale a pena fazer um deles. Os ônibus são antigos e só uma viagem num deles já vale o passeio. Eu também costumo postar fotos no Instagram. Ou Twitter.