De volta à Caverna do Diabo

Cerca de 10 anos depois, voltei a visitar a conhecida Caverna do Diabo, no sul do estado de São Paulo. Fica bem perto da divisa com o Paraná. O acesso é pela BR-116, a Régis Bittencourt, a partir da cidade de Jacupiranga. Tem placas indicativas na rodovia. A estrada é ruim nos primeiros quilômetros, mas melhora depois de Eldorado. A entrada no parque custa 14 reais.

Depois é preciso pagar mais 18 reais pela visita guiada, mas vale a pena.

A caverna é muito grande, mas apenas 600 metros são passíveis de visitação.

O guia vai explicando o que são as formações rochosas vistas pelo visitante.

A trilha para caminhada é bem leve, sem problemas. A temperatura dentro da caverna é bem amena.

A caverna foi descoberta por moradores da região há muitos anos. Eles usavam a caverna para guardar alimentos que muitas vezes apareciam remexidos pelos animais. Algumas pessoas diziam que a caverna era morada do diabo, daí o nome. Muito depois, quando alguém chegou mais fundo na caverna, viu que era verdade. O Diabo deixou sua marca numa das paredes…

A cidade de Eldorado tem um bom hotel, o pirâmide. A visitação ao parque é permitida até 17 hs. O passeio dentro da caverna pode durar até uma hora e meia, dependendo da pressa ou não do visitante. Vale a pena conhecer este ponto turístico do estado de São Paulo. Mais fotos de minhas viagens são postadas no Instagram.