Saindo do Estado de São Paulo após noite de chuva

Eu tinha suspendido as postagens, mas resolvi retomar, duas vezes por semana, para terminar a saga da viagem que fiz em janeiro e fevereiro. Este Post é sobre meu último dia no Estado de São Paulo. Minha última noite em terras paulistas foi com bastante chuva. Na região da Grande São Paulo foi a maior chuva em muitos anos e alagou parte da capital paulista. Houve mortes. Eu estava em Marília, mais para o Oeste. Mesmo assim choveu bastante. Em Botucatu, uma cidade relativamente próxima a Marília, houve muitos estragos. Apesar da chuva, amanheceu nublado e não tive problemas na estrada. Rumo ao Paraná.

img-20200209-wa0002779440250375499344.jpg

Estradas paulistas são relativamente boas, apesar da grande quantidade de pedágios.

img-20200209-wa00038148728544517841566.jpg

A cidade de Marília é mediana. Fiquei num bom hotel no centro.

img_20200209_1639312614151372743185868207.jpg

A viagem para o Paraná foi tranquila, apesar de sempre haver a ameaça de chuva, que não ocorreu, pelo menos no meu caminho.

img-20200209-wa00116587535659186494074.jpg

img-20200209-wa00127450438246165718749.jpg

Antes de chegar a Marília, passei pelo Rio Tietê.

img_20200209_1406024418907894191543492397.jpg

img_20200209_140538480471271676967611506.jpg

Ao chegar no Estado do Paraná paguei o pedágio mais caro de toda a viagem. 21 reais.

img_20200210_1339265336086835109966597205.jpg

O Paraná é dos estados que mais produz alimentos. Há lavouras por todo o lado.

img_20200210_1339021381253662565749507438.jpg

A  caminho de Maringá, na região de Arapongas, descobri esta pequena capela de Madeira.

img_20200210_133825090931477847438129188.jpg

img_20200210_1337533282665009570300918160.jpg

img_20200210_133908209545900134306324320.jpg

De volta à Região Sul, minha primeira parada foi em Maringá, terra do Café. Uma das maiores cidades do Paraná. Tema para o próximo Post. Confira também meu perfil no Instagram, com mais fotos de viagens. Por conta dessa histeria com o coronavírus, passo a maior parte do dia em casa. Espero retomar as viagens em breve. Ainda faltam alguns posts sobre a viagem do começo do ano.

De São José do Rio Preto a Araraquara

Duas cidades localizadas no norte de São Paulo. São José do Rio Preto é maior e tem estradas bem movimentadas em volta. Um dos pontos mais atrativos da cidade é o parque da represa, perto do centro.

img_20200208_1120024208013624090824957438.jpg

É um lugar bom para caminhadas.

img_20200208_1114192338210167356962365566.jpg

De São José do Rio Preto segui para Araraquara. O estado de São Paulo tem boas estradas, muitas duplicadas, mas muitos pedágios também. A cidade de Araraquara é menor e conhecida pelas pegadas de dinossauros. Dizem que muitos dinossauros passaram pela região. Perto do hotel onde fiquei há o chamado museu a céu aberto, com marcas de patas de dinossauros no chão. É um local mal sinalizado, que não permite ver muita coisa. Foi uma decepção. Caminhando pelo centro de Araraquara, vê-se muitos prédios e casas antigas.

img_20200209_1110161701915788272570391938.jpg

img_20200208_1717423027926268485829120135.jpg

img_20200208_1651090631109669330180655041.jpg

img_20200208_1752509384839659228690725924.jpg

Meu hotel ficava ao lado da igreja.

img_20200208_1853145586107158890328833874.jpg

img_20200208_1756367815302626283333706374.jpg

img_20200208_1644133333903520700837413780.jpg

img_20200208_1645055518692421883226482556.jpg

De Araraquara saí para outro destino no estado de São Paulo, minha última noite no Sudeste. Tema para o próximo Post. Confira ainda meu perfil lá no Instagram. O movimento em hotéis caiu bastante nos últimos dias. Cidades turísticas estão às moscas. Muitos hotéis estão adotando medidas preventivas ao coronavírus. Agora vem o período de Páscoa e vai ser uma tragédia para o comércio e o setor de turismo.