O túnel em Y e a estação ferroviária de Jaboticaba, em Bento

Tem muita gente por aí que adora descobrir túneis, pontes e linhas ferroviárias espalhadas pelo RS. Alguns lugares estão abandonados, como a antiga estação de Jaboticaba, fechada desde 2005. Hoje é local de moradia de famílias. Esta antiga estação fica às margens do Rio das Antas, com acesso por estrada de chão em frente à ponte que liga os municípios de Bento e Veranópolis. Na região da estação, há dezenas de vagões de trens abandonados.

img_20200530_1250234461055646936937596113.jpg

img_20200530_1249086916609711432711501221.jpg

img_20200530_115349679727100491163964441.jpg

O que mais atrai os aventureiros àquela região é o túnel em Y. Fica poucos depois da estação. Dá para chegar de carro até um pedaço, até onde estão os vagões. Depois, houve um desmoronamento de barranco e só há lugar para a passagem de motos e carros. E pessoas, claro. Mas tem onde estacionar. Depois é só caminhar nos trilhos até o túnel.

 

img_20200530_1207041112964118755742193558.jpg

img_20200530_120235664371609033984396241.jpg

É possível atravessar o túnel caminhando. São uns 400 metros, no máximo. Quem não gosta de túneis, pode usar uma trilha no meio da mata, que começa bem ao lado da entrada do túnel. Do outro lado fica a ponte ferroviária sobre o Rio das Antas.

img_20200530_1215023814931205289556238157.jpg

img_20200530_1215092595330510838912228944.jpg

img_20200530_1217287265785325347892870692.jpg

Ao lado da ponte fica uma subestação da usina Monte Claro.

img_20200530_1217241771764027040184785906.jpg

Passando pela ponte e seguindo mais uns 50 metros tem outro túnel.

img_20200530_1201364337573692103828875294.jpg

Na primeira vez que fui até a ponte eu passei pela trilha na mata, na volta fui pelo interior do túnel.

img_20200530_1231553067881612609926089296.jpg

img_20200530_1236280187325974142301319027.jpg

Esta ponte sobre o Rio das Antas pode ser vista do mirante do Espigão, na BR-470 em Veranópolis.

img_20200530_1228417146951861992479721336.jpg

A foto abaixo foi feita do alto do morro, no mirante.

img_20200530_1317398315029542042672959552.jpg

O passeio vale a pena. A estrada de chão que leva até Jaboticaba está em bom estado. E a região é bem tranquila e muito bonita. De vez em quando a gente encontra aventureiros por lá.

img_20200530_1248043624092971438494263903.jpg

img_20200530_115920730609454012234602289.jpg

Caminhar dentro dos túneis é bem tranquilo. Leve uma lanterna ou use a do celular mesmo.

img_20200530_1223002838586812841830266184.jpg

A região é cercada de morros.

img_20200530_1225072338346246483339097685.jpg

No mesmo dia visitei mais dois túneis na região, que serão tema dos próximos posts. Confira mais fotos de minhas viagens por aí lá no Instagram.

 

Uma ponte histórica no Rio das Antas

A ponte é a Ernesto Dornelles, mais conhecida como a Ponte do Rio das Antas. Fica na RS-470, entre Bento Gonçalves e Veranópolis. A construção aconteceu na década de 40 e durou cerca de 10 anos. Foi inaugurada no começo dos anos 50 e, na época, era a maior ponte construída na América do Sul.

IMG_4906

A ponte tem 287 metros de extensão e 46 de altura, sobre as águas do rio das Antas.

IMG_4908

IMG_4907

A demora na conclusão da ponte é explicada pelas divergências em relação ao modelo de ponte que deveria ser adotado.

IMG_4910

IMG_4911

O importante é que a ponte é bonita e fundamental para ligar duas cidades da Serra Gaúcha. 

IMG_4909

Subindo a RS-470 em direção a Veranópolis, há o Mirante do Espigão, à direita de quem sobe.

IMG_4912

IMG_4913

IMG_4914

A BR-470 está com asfalto novo no trecho entre as duas cidades, após vários anos de situação bem ruim. Ficou mais fácil fazer este passeio de carro. Mais fotos de viagens no Instagram. Ou no Twitter.

Um passeio pela Via Trento de Bento Gonçalves

A Via Trento fica em Bento Gonçalves. É uma rota com vinícolas, restaurante e outras atrações, pouco conhecida dos turistas porque está fora dos principais roteiros. Pelo menos nunca vi grande movimentação por lá, como acontece nos Caminhos de Pedra, por exemplo. Pois hoje vou mostrar que a Via Trento também tem seus atrativos. Um deles é a Casa de Madeira, uma delicatessen onde é possível comprar vinhos e suco de uva, entre outros itens. Este assunto fica para outro dia, num post separado. A Via Trento começa na BR-470, logo depois do principal trevo de acesso à Bento para quem sobe a Serra. A entrada é à esquerda. Descendo a Via, o visitante vai sair no Vale dos Vinhedos. Num dia de passeio por lá, descobri esta casa. O dono do Lugar, o Sr. Roberto Carraro, me disse que comprou o terreno há 40 anos e, quando chegou lá, a casa já era antiga. Ele em outra casa, ao lado.

casa antiga

casa antiga

casa na Via Trento

casa na Via Trento

Seguindo mais adiante pela Via Trento, subindo em direção à BR-470, fica uma casa de artesanato.

artesanato na Via Trento

artesanato na Via Trento

Resolvi parar o carro para conhecer. A dona, Alice Bragnolo, é artesã e mora ao lado há uns 15 anos. Ela construiu a casa de madeira para abrigar a loja.

IMG_0712

IMG_0713

Vale a pena conhecer a loja.

Artesanato

Artesanato

IMG_0715

Fica aqui o registro de mais um passeio pela Via Trento, em Bento Gonçalves. Me siga no Instagram e acompanhe minhas fotos. Também estou no Twitter.