Debaixo dos Aparados da Serra

Para fazer um passeio diferente, vá até o Litoral Sul de Santa Catarina, a poucos quilômetros de Torres. Entre em Praia Grande em direção aos Aparados da Serra. Você vai se deslumbrar com a vista serrana. Fica na parte debaixo da região onde está Cambará do Sul e os cânions. O Parque dos Aparados da Serra tem áreas nos 2 Estados. A parte mais bonita acho que fica no topo, no RS, no Itaimbezinho. Mas visitar a parte de baixo também vale a pena. Já na estrada, o visitante já percebe o que o espera…

DSCN3104_640x480

É uma região procurada por quem deseja fazer um passeio diferente, pela parte inferior, nos cânions que são vistos lá de cima, do RS. A estrada que vai para o Itaimbezinho é muito ruim.

DSCN3109_640x480

DSCN3116_640x480

Para quem pretende fazer este caminho: acho que o melhor é descer, do RS para SC e enfrentar os pedregulhos, porque a subida é mais complicada. Bem, lá embaixo, em Praia Grande, tem várias pousadas no meio do mato e no morro. Uma delas é a Pedra Afiada, que oferece uma vista bem legal do cânion Malacara, por onde é possível caminhar junho ao rio, desde que acompanhado de um guia.

DSCN3118_640x480

DSCN3119_640x480

DSCN3127_640x480

Toda a região é muito bonita e vale uns 2 ou 3 dias de passeio, para conhecer tudo e fazer algumas caminhadas. Caminhada, aliás, que fiz numa subida até uma região mais alta, passando o restaurante Casa Nossa, onde é possível saborear um almoço campeiro a R$ 38 por pessoa.

DSCN3143_640x480

Pelo caminho, de carro ou a pé, tem ótimos lugares para fotografar.

DSCN3132_640x480

DSCN3145_640x480

Pena que a estrada de Itaimbezinho a Praia Grande seja muito ruim. Se tivesse asfalto, ia valorizar muito o turismo na região. Mesmo assim, com calma, é possível trafegar, apesar de alguns trechos completamente cheios de pedras. No domingo, na volta, espero conhecer mais uma cidade gaúcha no Litoral Norte. Eu também tenho perfil no Instagram e no Twitter.

Cânion espetacular. Estrada, de matar…

Não aconselho ir de carro ao Itaimbezinho. A estrada está muito ruim. Melhor pagar um táxi ou um serviço de passeio. São uns 15 km, muitos de pura pedra. Uma pena que nunca asfaltaram, ia incrementar o turismo na região. Peguei o Itaimbezinho numa manhã de neblina, mas mesmo assim estava bonito.

DSCN6596_640x480

DSCN6606_640x480

O parque está com ares de abandono. Li há algum tempo que praticamente funciona porque os funcionários se interessam em manter o local. Falta dinheiro do governo. Não há cobrança de ingresso, mas poderia ter, e o dinheiro ser aproveitado no parque. Enfim, coisas do Brasil e do RS.

DSCN6608_640x480

Fiz apenas a trilha menor. A do Cotovelo, que é maior, não fiz porque de vez em quando caía uma chuva bem fina. Fica para outra vez.

DSCN6610_640x480

DSCN6611_640x480

Sobre Cambará. Postei no Face que a cidade não tinha mudado e alguém comentou que mudou sim. Bem, se mudou, não vi grande coisa. É praticamente a mesma que vi há uns 5 anos. Tem uma rua asfaltada e a maioria nem calçamento tem. Falta mais estrutura de gastronomia, enfim, falta tudo. Tem gente que gosta de Cambará assim, eu prefiro um pouco mais de movimento. Pousadas e hostel tem bastante. Depois de Itaimbezinho, desci a estrada até Praia Grande, em SC. Estrada horrorosa. Não recomendo. Muitas pedras. Trechos quase intransitáveis. Um desleixo total. Parece que jogaram pedregulhos na estrada e deixaram assim.

DSCN6613_640x480

DSCN6616_640x480

Em alguns pontos é preciso trafegar a menos de 10 km/h para não correr o risco de ter um pneu furado ou rasgado. Um dos piores trechos fica já em SC. Lamentável a situação da estrada. Se fosse asfaltada, seria um ótimo caminho turístico. Mais uma vez, coisa de Brasil, que não sabe valorizar o que é bom. Só não falta é dinheiro para financiar campanha política e para pagar propina para os políticos sem-vergonha. Amanhã é o último dia de viagem. Saio bem cedo de Torres e vou conhecer Maquiné, o município de número 350 no RS.