A história de Bernardão e seus 28 centímetros

Uma estátua de 12 metros de altura chama a atenção pelas pessoas que passam pela pequena cidade de Fronteira, na divisa de Minas Gerais com São Paulo. Um negrão enorme, nu, em pleno centro. É a estátua do Bernardão, um escravo que ficou famoso na região pelo seu dote. Com um instrumento de 28 centímetros, Bernardão fazia a festa entre as senhoras e senhoritas naquela época.

img_20200207_1504559397199838945256344283.jpg

Para quem ficou curioso, a parte da frente da estátua protege a intimidade do antigo escravo.

img_20200207_1524490813554193281330115660.jpg

Há muitas estórias envolvendo o nome de Bernardão, mas o que se sabe é que ele era bem dotado e muito famoso em Fronteira. A cidade é pequena e tem alguns atrativos para o turista, todos na área rural. Eu apenas passei por Fronteira, onde acabei conhecendo a história do Bernardão. Parei numa padaria bem na frente da estátua para tomar um copo de Nescau e a mocinha que me atendeu ficou envergonhada de me explicar o motivo daquela estátua de 12 metros de um negrão pelado. Disse que não sabia….  Bem, depois de Minas, entrei no estado de São Paulo. O Rio Grande separa os dois estados.

img-20200207-wa00046472479704024611005.jpg

img-20200207-wa0005166352989837970922.jpg

A principal estrada que usei naquela viagem foi a BR-153, que passa por Fronteira e entra São Paulo adentro. Em Minas, há trechos bem ruins, apesar de haver pedágio.

img-20200207-wa00077822914724545920804.jpg

Grande movimento de caminhões, que colam na traseira e não dão espaço para manobra, no caso de haver algum buraco.

img-20200207-wa00066246501776430732805.jpg

Já em São Paulo, a estrada melhorou.

img_20200207_1539095972284226567322232893.jpg

img_20200207_153858996796348926707751350.jpg

Parei em três cidades paulistas. A primeira foi São José do Rio Preto, que fica às margens de 3 rodovias bem movimentadas. É uma cidade grande e, dizem, muito quente. Eu tive sorte e não peguei tanto calor. Nos próximos Posts falo um pouco das estradas e das cidades paulistas. Confira também meu perfil no Instagram.

O Palácio dos Ferroviários de Araguari/MG

Inaugurado em 1928, a antiga estação ferroviária de Araguari é hoje a sede da prefeitura deste município mineiro que fica bem ao norte do Estado, quase na divisa com Goiás. Foi a primeira cidade mineira que visitei nesta viagem, após sair do Centro-Oeste. O prédio impressiona.

img_20200206_1232416771897345582695320801.jpg

img_20200206_1232224769072576120411638780.jpg

A estrada de ferro foi importante para o desenvolvimento do Triângulo Mineiro e do Centro Oeste também.

img_20200206_1234526038282425581431822486.jpg

img_20200206_1234398687668969190128313892.jpg

Araguari é uma cidade de porte médio.

img_20200206_1342444996459010646597288670.jpg

img_20200206_1340515035213017269811622286.jpg

Após almoçar por lá, segui viagem pelo Triângulo Mineiro em direção a Uberlândia.

img-20200206-wa00168467974091007733451.jpg

O estado de Minas tem diferentes relevos e algumas das regiões mais bonitas do Brasil.

img-20200206-wa00154503897821941952996.jpg

Parei em Uberlândia para passar a noite. Foi minha viagem mais curta a Minas Gerais. No dia seguinte segui viagem em direção ao Estado de São Paulo. Uberlândia é uma das maiores cidades mineiras.

img_20200206_1801332158452578972915735344.jpg

Meu último dia em Minas teve momentos interessantes. Passei pela pequena cidade de Fronteira, já quase em São Paulo, e fiz uma descoberta. Saina mais no próximo Post. Confira também meu perfil no Instagram.

Em Catalão, no sul de Goiás.

O estado de Goiás não tem muitas cidades grandes, mas algumas são bem movimentadas e bem resolvidas economicamente. Uma delas é Catalão, que fica no Sul, na divisa com o Estado de Minas. Eu saí de Rio Quente num dia nublado. Passei por várias cidades bem pequenas de Goiás antes de chegar a Catalão. No caminho, uma região bem bonita.

img_20200205_111329746535611143267575173.jpg

img_20200205_105527548889970811856648589.jpg

Por curiosidade, entrei na cidade de Marzagão.

img_20200205_1146584566756607125305710689.jpg

Passei por Três Ranchos, que tem uma barragem que me pareceu bom nível bem baixo.

img_20200205_1440585446269951042521610034.jpg

img_20200205_144742670743581207812295196.jpg

No Estado de Goiás, além de lavouras, tem também muita criação de gado, na maioria Zebus, mas tem de outras raças também.

img_20200205_1113077667481251132439804222.jpg

As estradas no Sul estão boas.

img-20200205-wa00002339956440079419689.jpg

Como a maioria das cidades do interior do Centro Oeste, Catalão não tem muitos prédios altos. As casas dominam.

img_20200205_164545902997394185194807546.jpg

Mesmo assim é bem movimentada com hotéis e boa gastronomia. Como não é ponto turístico, o maior movimento dos hotéis vem de representantes comerciais. Foi minha última noite em Goiás e no Centro-Oeste. No dia seguinte segui para Minas Gerais. Foi a minha passagem mais rápida pelo estado mineiro. Dormi apenas uma noite por lá, mas conheci coisas interessantes na região do Triângulo Mineiro. Confira mais fotos no meu perfil no Instagram.

Na região turística de Rio Quente em Goiás

Rio Quente e Caldas Novas são cidades vizinhas e atraem turistas de várias partes do Brasil. Eu fiquei em Rio Quente e encontrei gaúchos por lá. Rio Quente é uma cidade bem pequena, que tem movimento graças ao Hot Park, uma espécie de Marina Park mas bem maior e com águas termais. Depois de passear em Goiás Velho e na região da Serra Dourada, voltei para Goiânia para uma noite de descanso no hotel que fica no Parque Flamboyant.

img_20200203_0821170812843726412729110285.jpg

A praça da foto acima fica perto do hotel é é usada para caminhadas. No dia seguinte peguei a estrada de novo, em direção ao Sul de Goiás. Rio Quente não fica muito longe. As estradas da região estão boas.

img_20200203_1110291566527527977977012598.jpg

img_20200203_1246409782706149244174832353.jpg

Em Rio Quente fiquei num Apart Hotel muito bom, com 7 piscinas. Do quarto com sacada, uma vista da Serra.

img_20200203_1424554191213628492659524632.jpg

img_20200203_151023842_burst000_cover763159486657520937.jpg

O hotel fica no distrito turístico de Esplanada, que tem uma grande rede de gastronomia, lojas e hotéis. É ao lado do Hot Park que, aliás, cobra 170 reais o ingresso por pessoa. Nem fui ao parque. Curti as piscinas do hotel.

img_20200203_1527199904356151754176247183.jpg

img_20200203_1528099968738582476681859388.jpg

O hotel tem garagem coberta e uma das piscinas é interna, com água aquecida, para os dias de chuva.

img_20200203_1527404506949218527365122433.jpg

img_20200203_1527310861889123040847053678.jpg

img_20200203_152833268537358531502765204.jpg

Durante o dia o distrito de Esplanada fica meio vazio. As pessoas estão nas piscinas dos hotéis ou no parque de águas. À noite o movimento aumenta. Todo mundo sai à procura de um lugar para jantar. Tem super mercados, padarias e lancherias por lá. Bem variado.

img_20200203_2032473576845831588714353173.jpg

Nos meses de férias o lugar é bem movimentado. Eu estive por lá em dia de semana de fevereiro, quando o movimento já era menor. Por isso consegui um ótimo preço no hotel. Apenas 216 reais com estacionamento e café da manhã. Tem hotel no interior do RS que cobra mais caro sem oferecer nada. No próximo post meu último dia no Estado de Goiás, antes de seguir para Minas. Confira também meu perfil no Instagram, com mais fotos.

 

Na região da Serra Dourada e o Mirante

O principal estádio de futebol de Goiás se chama Serra Dourada e fica em Goiânia. O nome se deve à formação rochosa que fica ao norte da capital, a Serra Dourada. Fica bem perto da cidade histórica de Goiás, mostrada no Post anterior. A poucos quilômetros da antiga capital goiana fica um mirante, do lado direito da rodovia para quem sai de Goiânia.

img_20200202_1021081404727653329104040366.jpg

Estacione o carro e tire algumas fotos.

img_20200202_1025106482400078085813854150.jpg

img_20200202_1025183466526921471100735917.jpg

img_20200202_10293702132464162732771414.jpg

Na volta pare no quiosque que fica junto ao mirante e experimente um suco de caju. Ou outro diferente.

img_20200202_102603060644342287294470329.jpg

O local se chama Quiosque do Vovô João de Barros. Quase em frente tem uma igreja antiga.

img_20200202_1243298833803469132347513906.jpg

img_20200202_1243414203958801032259317784.jpg

Goiás tem rodovias estaduais bem ruins, mas a GO-070 é duplicada e está em boas condições, com algumas falhas aqui e ali. No geral, as paisagens goianas são bem bonitas.

img_20200201_1615503954951102199289189664.jpg

Eu ainda fiquei mais alguns dias no estado de Goiás. No próximo Post o tema será uma das regiões turísticas mais procuradas da região. Confira também meu perfil no Instagram.