Na localidade de Lajeado Bonito

Esta localidade fica no interior de Cotiporã, para os lados de Veranópolis. É um lugar onde se instalaram os primeiros colonos que foram para a região, lá por 1889. A igreja de Nossa Senhora das Graças foi construída anos depois.

Em setembro, de 4 em 4 anos, acontece a festa do colono por lá.

Esta casa de madeira que fica na frente da igreja está abandonada e à venda.

Perto de Lajeado Bonito fica a capela de São Braz, ainda em Cotiporã.

A estrada asfaltada que liga Veranópolis e Cotiporã tem muitos trechos com buracos. Por isso, às vezes, é melhor percorrer as estradas de chão pelo interior. Confira mais fotos lá no meu perfil no Instagram.

Na região da Cascata dos Calza

Mais um passeio pelo interior de Cotiporã. Uma área que deve ser bem frequentada nos dias quentes de verão, especialmente nos fins de semana. Tem um rio com corredeiras e uma cascata. Não cheguei a caminhar até o local da cascata, mas circulei pela área do rio.

Para chegar lá é preciso pegar uma estrada de chão com bastante pó e alguns pedregulhos.

Tem bastante lugar para estacionar o carro.

O nome do rio é Vicente Rosa e tem bastante local para banho.

Cotiporã tem muitos lugares para conhecer pelo interior.

A distância estimada do centro da cidade é de 6 km. Na área onde fica a cascata propriamente dita é proibido o banho, por isso acho que a maioria das pessoas prefere ficar na área perto desta ponte, onde há lugar para descansar e curtir melhor o rio. Eu tenho perfil no Instagram, com mais fotos de viagens.

O Campanário São Vicente de Cotiporã

Descobri este lugar por acaso, quando circulava por estradas de chão no interior de Cotiporã. O campanário São Vicente foi construído em 1905 pelos imigrantes italianos. O campanário sediou a primeira missa da, até então, Colônia de Monte Vêneto. Está situado na Comunidade de São Vicente, onde também se encontra o cemitério mais antigo do município.

Ao lado do campanário fica a capela de São Vicente.

A distância do centro da cidade é pequena. São apenas 3 km.

É chamada de campanário a torre de uma igreja onde ficam os sinos. O campanário pode ser separado da igreja ou capela. Como no caso deste em Cotiporã. Várias capelas que conheci pelo interior do Interior possuem campanários separados. Esta foi mais uma curiosidade mostrada pelo site. A estrada para chegar à localidade de São Vicente é de chão. Há placas indicativas na entrada de Cotiporã, perto de um posto de combustíveis. Para ver mais fotos de minhas viagens, confira meu perfil no Instagram.

No mirante do Morro do Céu

Há duas maneiras de chegar a este mirante. Eu fiz o caminho mais longo, para variar. Depois de atravessar a ponte estreita sobre o Rio das Antas, a partir da RS-431, peguei uma estrada à direita onde uma placa indica Morro do Céu. É uma estrada de chão, estreita, mas em condições razoáveis. Acabei chegando ao mirante.

O mirante tem dois lados. Do lado direito é possível ver a barragem da usina 14 de julho.

Do outro lado tem-se uma vista do Rio.

Na verdade o mirante não fica no alto do Morro do Céu. Acho que este é apenas o nome da localidade, embora o morro fica lá.

Depois do mirante, em seguida tem a estrada que leva a Cotiporã, já com grande parte asfaltada. Subindo alguns quilômetros, tem o mirante da ferradura, de onde é possível avistar a usina de cima.

O Morro do Céu fica ao fundo, à direita. Embaixo, num espaço entre a água do rio das Antas, fica o local chamado de mirante do Morro do Céu. Do outro lado do Morro do Céu está a RS-431. O caminho mais longo circula o morro e acaba no mirante. Depois segue em frente e retoma a estrada para Cotiporã. A estrada de chão é boa e é possível circular com qualquer tipo de carro. Basta ter disposição. Confira mais fotos lá no meu perfil no Instagram.

O mirante Dal Castel de Monte Belo do Sul

O interior de Monte Belo do Sul revela muitas surpresas. Há muitas estradas asfaltadas, mas para chegar ao Mirante Dal Castel, parte da estrada é de chão e estreita. O mirante garante uma vista da RS-431 e do Vale do Rio das Antas, abaixo.

Há algumas placas indicando o caminho perto do centro de Monte Belo do Sul, mas depois as placas somem.

O mirante fica na localidade de Linha Alcântara Alta. Seguindo a estrada de chão em direção ao norte, é possível descer até a RS-431.

A estrada é bem estreita em alguns pontos.

Na 431, fica a Linha Alcântara Baixa, onde tem esta igreja.

Seguindo em direção ao Oeste, logo em seguida tem o acesso para Cotiporã, passando pela ponte baixa do Rio das Antas. Mais adiante tem a localidade de Santa Bárbara e seguindo mais alguns quilômetros fica a junção dos rios Carrero e das Antas, que formam o rio Taquari. Mais fotos de viagens estão disponíveis no Instagram.