No Lago de Furnas, em meio aos cafezais

Existem várias cidades que são banhadas pelo Lago de Furnas em Minas Gerais, e todas tem atrativos para o turista. Uma dessas cidades é Boa Esperança. Eu me hospedei num hotel a 6 km da cidade, o Paraíso das Garças. Um ótimo lugar para descansar e curtir a natureza. Para chegar ao hotel, é preciso pegar uma estrada de chão em meio aos cafezais.

Em época de cheia, é possível utilizar uma praia particular. A barragem está baixa nesta época, então o bom é curtir a piscina.

São 10 cabanas bem equipadas à disposição dos hóspedes.

À noite, o único som que se ouve é o canto dos pássaros.

Uma diária para casal no Paraíso das Garças fica por 260 reais. Há um restaurante que atende à parte. No centro da cidade de Boa Esperança tem uma grande avenida à beira do Lago, local bom para caminhadas e passeios.

Confira mais fotos de viagem no meu perfil no Instagram. Ou no Twitter.

Furnas e Formiga, em Minas Gerais

A barragem de Furnas, como já postei antes, torna uma grande área de Minas Gerais atrativa ao turismo. Na verdade, o lago ajudou a revitalizar essa área. Pois é possível passar de carro sobre a barragem. Há uma estrada turística a partir da MG-050.

No verão e nos fins de semana de calor, a cidade mais procurada na região é Capitólio, que tem hotéis mais caros e diversos locais para banho e passeios de barco pelo lago. Eu passei pela MG-050 em Capitólio e parei para fotografar o lago.

Depois fui passar a noite na cidade de Arcos, a cerca de uma hora de distância. Fiquei num bom hotel, com piscina, e bem barato. Na volta, passei pela vizinha cidade de Formiga, por curiosidade. A cidade tem um Cristo no alto de um morro. O principal atrativo é a antiga estação ferroviária, que virou um museu. Mesmo sendo domingo, estava aberto.

O Lago de Furnas é muito grande e por isso é chamado de o Mar de Minas. Banha diversas cidades. Uma delas é Boa Esperança, onde fiquei um dia num hotel bem nas margens da represa. Um ótimo hotel para descansar, aliás. Vou falar sobre ele no próximo post. Para conferir mais fotos de viagens, me siga no Instagram. Também estou no Twitter.

Turismo no Lago de Furnas

O Lago de Furnas banha muitos municípios de Minas Gerais e ajuda a incrementar o turismo na região. Seguindo para o norte mineiro a partir da região de Poços de Caldas, há pequenas cidades às margens do Lago. Uma delas é Carmo do Rio Claro, que possui diversos hotéis. Um deles, o Hotel Pesqueiro Estância Bela Vista, é indicado para quem busca paz e tranquilidade. Há os tabuleiros para pesca e também a piscina, para quem prefere ficar aproveitando o Sol.

Os quartos são simples e o hotel não tem wi-fi. O sinal de Internet é fraco e pega somente em alguns pontos. O hotel fica a uns 6 km do asfalto, com acesso por estrada de chão. Está bem na beira do Lago.

Além do espaço para caminhadas, o hóspede se depara com outros “hóspedes”. Uma grande família de pavões costuma passear pelas dependências do hotel.IMG_20190111_165705109_HDR.jpg
O hotel é indicado realmente para quem busca paz e sossego.

Confira também meu perfil no Instagram. Ou no Twitter.

Minas Gerais: Caldas e Pocinhos

No quinto dia de viagem cheguei finalmente a Minas Gerais, o meu estado preferido. Conheço muitas cidades por lá e desta vez fiquei em lugares que ainda não conhecia. Na saída de São Paulo para Minas, uma última parada em Águas do Prata, uma pequena cidade com atrativos naturais. Como esta cascatinha.

IMG_20190110_115802364_HDR.jpg

Em Minas, a primeira parada foi na cidade de Caldas, que também tem sua festa da uva. A igreja matriz fica na praça, perto do local onde é realizada a festa. Caldas também é a cidade dos doces.

IMG_20190110_134702902.jpg

O melhor lugar para ficar em Caldas é Pocinhos do Rio Verde, que tem atrações naturais, como rio e cascatas. Fica a uns 10 km do centro. Há placas indicando o caminho. Eu fiquei na Pousada Chácara Tambasco, que estava com o preço mais em conta. Fica ao lado do rio, num lugar tranquilo.

IMG_20190110_181404789_HDR.jpg

IMG_20190110_181414977_HDR.jpg

A parte interna do casarão central é bem bonito.

IMG_20190110_175258872.jpg

IMG_20190110_175322319.jpg

IMG_20190110_175312788.jpg

A pousada é simples, os funcionários são atenciosos e é bem silencioso à noite. A piscina fica do outro lado da rua, na beira do rio. Só achei um lugar meio abandonado. Falta melhorar a estrutura, como colocar cadeiras para os hóspedes. Poderia ter cadeira de praia nos quartos e cada um levaria a sua para a piscina. No mais, tudo ok. É um lugar bom para passar um dia descansando.

IMG_20190110_174941944_HDR.jpg

IMG_20190110_155724778_HDR.jpg

Caldas fica ao lado de Poços de Caldas, que é maior e mais conhecida cidade da região, que tem paisagens espetaculares.

IMG_20190110_143801342_HDR.jpg

Confira também minhas fotos no Instagram. Ou no Twitter.

 

Holambra, cidade das flores, que não encanta tanto assim

Localizada a cerca de 40 Km de Campinas, Holambra é conhecida pelas plantações de flores. É o que atrai turistas à região. Pena que a cidade esteja preparada para receber os visitantes apenas em fins de semana, feriados e ocasiões especiais. Em dias de semana, por exemplo, é impossível subir até o mirante do Moinho. O acesso é somente até o terceiro andar. Não tem explicação para esse lapso.

IMG_20190109_093809128.jpg

Holambra tem origem holandesa. Na verdade, a cidade é bem pequena. Tem uma rua turística e alguns lagos.

IMG_20190109_131433679.jpg

IMG_20190109_103002069_HDR.jpg

Abaixo fica o deck do amor, uma das atrações da cidade.

IMG_20190109_100741121.jpg

Para visitar as estufas de flores, apenas contratando um passeio. O City Tour custa 45 reais por pessoa e o passeio dura cerca de 1h e meia.

IMG_20190109_114602561.jpg

IMG_20190109_120909608.jpg

IMG_20190109_114725118.jpg

IMG_20190109_120311515.jpg

Holambra tem uma avenida principal e algumas ruas adjacentes. O que falta na cidade são placas indicativas dos locais turísticos. Um erro grave. Quem está de carro custa a se localizar.

IMG_20190109_095129716_HDR.jpg

IMG_20190109_101658953_HDR.jpg

IMG_20190109_124425133.jpg

Outro problema é a falta de lugar para estacionar. Se em dias de semana é complicado, imaginem num fim de semana, quando a quantidade de turista aumenta. Abaixo foto do pórtico, onde funciona um centro de atendimento ao turista, mas atenção, apenas em feriados e fins de semana. Nos demais dias está inexplicavelmente fechado.

IMG_20190109_140625561_HDR.jpg

Acho que o pessoal da prefeitura de Holambra deveria fazer uma visita a Gramado, por exemplo, para ver como se recebe o turista. Outra coisa: achei os hotéis de Holambra excessivamente caros para o que oferecem. Mas não faz mal. Hospede-se em Campinas, que fica perto e tem hotéis para todos os gostos. Além disso, Holambra é tão pequena e oferece tão pouco ao turista que o passeio de meio-dia já é suficiente. Confira  mais fotos de viagens no meu perfil do Instagram. Ou no Twitter.