A bela surpresa de Arambaré

Eu estive pela primeira vez em Arambaré há mais de 20 anos. Agora voltei para fotografar a cidade. E fiquei surpreso. A cidade é pequena, é verdade, mas muito bem cuidada. Tem um calçadão na beira da Lagoa e uma praia para ser aproveitada pelas pessoas. Uma ótima surpresa.

img_20190929_1144029895695834124110481186.jpg

img_20190929_1143338338130802759875406365.jpg

img_20190929_1147145368756424773758153807.jpg

Fora da temporada de verão, é um lugar bem tranquilo.

img_20190929_1136074384962369281794642068.jpg

img_20190929_1135394051949486997291925796.jpg

Arambaré tem várias pousadas e uma boa infra-estrutura para atender o visitante, como padarias, cafés, sorveterias, etc. Um exemplo a ser seguido por outras prefeituras da região.

img_20190929_1149497882293374635424052917.jpg

img_20190929_1152410525543161164656527214.jpg

Tem uma figueira histórica e outras árvores semelhantes espalhadas pela cidade.

img_20190929_1258131406038734379126655578.jpg

img_20190929_1257514926282297467668356473.jpg

img_20190929_1140426393756436697608365783.jpg

Atravessando a ponte do Arroio Velhaco chega-se na plataforma de pesca.

img_20190929_1317487291885880552059293609.jpg

img_20190929_1318190162368131637499089349.jpg

img_20190929_130606382555293684678088670.jpg

img_20190929_1305237813679728749987512247.jpg

img_20190929_1308070292458660628842049602.jpg

img_20190929_1306503944756052567253878540.jpg

Tudo bem sinalizado.

img_20190929_1311163428353545119573880544.jpg

Para chegar em Arambaré tem uma estrada asfaltada a partir do trevo principal de Camaquã. São 30 km de distância. No próximo Post um pouco mais de Arambaré e, inclusive, uma boa dica de restaurante na cidade. Confira meu perfil no Instagram também.

 

 

Conhecendo novas cidades no Noroeste Gaúcho

Com as cidades deste Post, já são 466 que eu conheço no RS. Faltam 31. A primeira cidade do roteiro é Humaitá. O prédio do Clube é de 1953.

img_20190719_095328338_hdr6678704915890326132.jpg

Vizinha a Humaitá fica a cidade de Crissiumal, que também tem um prédio antigo do clube. De 1951.

img_20190719_101637819_hdr1102407054693328726.jpg

Crissiumal tem um monumento na avenida principal e uma praça com antigos canhões.

img_20190719_101542987_hdr7466249338734301257.jpg

img_20190719_101328638_hdr7060654327060452367.jpg

Um casarão antigo no centro.

img_20190719_101315977_hdr974026071859194717.jpg

Para chegar a Nova Candelária é preciso enfrentar 14 km de estrada de chão a partir de Crissiumal. A estrada não está ruim. Nova Candelária tem população de origem alemã, o que se percebe na limpeza e na organização.

img_20190719_104416062_hdr2370763619194365740.jpg

img_20190719_104429908_hdr3598005776796390469.jpg

img_20190719_104442522_hdr439710747976848427.jpg

img_20190719_104458530_hdr25399265315139087.jpg

De Nova Candelária segui para a pequena São José do Inhacorá. São 4 km de estrada de chão. Asfalto só na avenida principal.

img_20190719_111031279_hdr795304816319558464.jpg

img_20190719_111332378_hdr4388460379368352608.jpg

Sede Nova é conhecido como o município da produtividade. A estrada é de chão e tem 10 km. No centro, uma avenida asfaltada, uma praça e a igreja.

img_20190719_115142419_hdr625450192758525666.jpg

img_20190719_1152000629222454832764322316.jpg

img_20190719_115204924_hdr9178757446915886450.jpg

img_20190719_115126319_hdr978417714925166248.jpg

Para chegar a São Valério do Sul foi meio complicado. Havia chovido na madrugada e a estrada a partir de São Martinho é de chão, com terra muito fofa. Tive de enfrentar um lodaçal que fez o carro dançar na estrada. Por isso a velocidade média foi de uns 10 km/h para não correr riscos.  A distância é de 9 km. Na chegada, o asfalto da rua principal foi um alívio.

img_20190719_132458699_hdr232677691626767894.jpg

img_20190719_132509835_hdr4544927911716982593.jpg

img_20190719_132429218_hdr7420820656358925182.jpg

De São Valério segui para Alegria, a 18 km de distância. Estrada de chão, mas com terra mais dura, mais tranquilo de trafegar. As fotos abaixo foram feitas no caminho.

img-20190719-wa00033957196625237595517.jpg

img-20190719-wa00028048249704653391233.jpg

Em Alegria só foi possível fotografar a igreja e a rua principal.

img_20190719_140303366_hdr8818552098167643006.jpg

img_20190719_140319588_hdr1386823714769616859.jpg

img_20190719_140329607_hdr2447907569417453460.jpg

De Alegria para Inhacorá a viagem é rápida, também por estrada de chão. Inhacorá é menor e menos organizada.

img_20190719_142307092_hdr1949702962205962950.jpg

img_20190719_142302569_hdr4731981620634804563.jpg

img_20190719_1422467375332264540415302500.jpg

De Inhacorá outra viagem rápida para Chiapetta. Tem asfalto, com alguns buracos. Chiapetta parece ser mais organizada, inclusive com uma rua coberta no centro.

img_20190719_144255037_hdr7267508066966742900.jpg

img_20190719_144238268_hdr7032626526496339716.jpg

A cidade também é conhecida como a terra da produtividade.

img_20190719_143839955_hdr3187561754139447430.jpg

img_20190719_144345112_hdr2292338763054753979.jpg

img_20190719_144431700_hdr3289984853355220657.jpg

img_20190719_144438749_hdr4534205522214651130.jpg

Com esse roteiro completei a região celeiro do RS. Já conheço todas as cidades dessa área. As 31 que faltam ficam na Fronteira Oeste e nas Missões. Meu destino nos próximos roteiros. Confira também meus perfis no Instagram. Twitter. Facebook.

 

 

 

Na Região Celeiro do RS

Na segunda quinzena de julho cumpri roteiro pelo Interior do RS a fim de conhecer novas cidades. Hoje já são 466 cidades visitadas, faltando 31. Nos próximos dias irei postar sobre essas novas cidades que conheci. O destino desse roteiro foi a região celeiro, que fica no Noroeste gaúcho. A região recebeu este nome anos atrás, porque era lá que se concentravam as principais lavouras do Estado. Hoje, as plantações se espalharam, mas a região celeiro continua produzindo muito. A primeira parada foi na cidade de Campo Novo, que eu já conhecia. A cidade praticamente não cresceu nas últimas décadas.

img_20190718_1010392645042649638589025926.jpg

Campo Novo é conhecida como o coração da Região Celeiro. Bem, seguindo adiante, a primeira cidade nova foi Bom Progresso. Antigo distrito de Três Passos. Logo que cheguei não vi muito o que fotografar, então fiz esta foto.

img_20190718_1029515937432593917291552652.jpg

Depois descobri onde fica a igreja.

img_20190718_103706680_hdr2353319700631473012.jpg

Bom Progresso tem praticamente uma avenida e algumas ruas menores.

img_20190718_103719207_hdr8843137007110253880.jpg

O próximo destino foi Tiradentes do Sul, alguns quilômetros mais adiante. Mais uma pequena cidade. A igreja fica num terreno bem alto.

img_20190718_110544571_hdr4068964436361777598.jpg

img_20190718_110621756_hdr7087107295142705395.jpg

img_20190718_110638780_hdr8149590590579454570.jpg

Do terreno da igreja é possível se ter um panorama da cidade.

img_20190718_110645704_hdr5356556689052121292.jpg

O lugar mais interessante em Tiradentes do Sul fica na estrada de acesso à cidade. Ruínas de uma antiga igreja.

img_20190718_111610359_hdr7345822357051777536.jpg

img_20190718_111654033_hdr5810602101519692400.jpg

img_20190718_111629638_hdr1173837153159865975.jpg

img_20190718_111840393_hdr2451529667833670642.jpg

A terceira e última cidade deste Post é Esperança do Sul, vizinha de Tiradentes.

img_20190718_114347530_hdr7301928133676729138.jpg

img_20190718_114353350_hdr3994517739151843215.jpg

A maioria das cidades que visitei neste roteiro tem apenas uma grande avenida, geralmente asfaltada, e algumas ruas laterais. Uma pequena praça e a igreja. São parecidas na configuração. A maioria da população se encontra nas áreas rurais. Confira também meu perfil no Instagram. No Twitter. No Facebook.

 

 

Um roteiro pelo Noroeste do Estado

Muitas cidades neste último post sobre a viagem do começo de junho. Depois de Barra do Guarita segui para conhecer novos lugares no Noroeste. Passei por Tenente Portela, que eu já conhecia. A cidade cresceu bastante desde a última vez que estive lá, há mais de 10 anos. A primeira parte do roteiro foi uma passagem por Miraguaí. Uma bonita praça na frente da igreja na avenida principal, que é a rodovia que corta a cidade.

img_20190608_103249680_hdr1594892312035690063.jpg

img_20190608_103301170_hdr3285007311636170106.jpg

img_20190608_103308669_hdr1270679566372972198.jpg

Para chegar a Braga é preciso enfrentar uma estrada de chão.

img_20190608_111601815_hdr7060526977733202310.jpg

img_20190608_111607091_hdr8217743949258702360.jpg

img_20190608_111614730_hdr2008363242921379464.jpg

Esta região é caracterizada por uma terra mais avermelhada, o chamado barro vermelho. Redentora foi a próxima parada.

img_20190608_113630017_hdr6775416368163319485.jpg

Estas primeiras cidades do roteiro são bem parecidas.

img_20190608_113653643_hdr9028040629203042476.jpg

img_20190608_113642866_hdr1655118737587009223.jpg

Seguimos por estrada de chão para conhecer novas cidades. Como a pequena Dois Irmãos das Missões. O município é o maior produtor de grãos do Médio e Alto Uruguai.

img_20190608_120557754_hdr574718135649540123.jpg

img_20190608_120608579_hdr7805927333328452836.jpg

img_20190608_120659914_hdr877181690886690124.jpg

A vizinha Erval Seco fica bem perto.

img_20190608_123233549_hdr132668881829015759.jpg

img_20190608_123238095_hdr6070399705163922710.jpg

A seguir a igreja luterana e a igreja católica.

img_20190608_123450602_hdr5447526507289460659.jpg

img_20190608_123521812_hdr198340883878883890.jpg

Mais uma pequena cidade da região: Boa Vista das Missões.

img_20190608_1337379591091010010222117021.jpg

img_20190608_133744044_hdr5290003842197456401.jpg

E finalmente a última cidade do roteiro: São Pedro das Missões. Uma das menores cidades que já passamos.

img_20190608_140528053_hdr2125042357226356857.jpg

img_20190608_140534589_hdr8732396382460068871.jpg

Com esse roteiro encerrado, chego a 453 cidades gaúchas já visitadas. Faltam apenas 44.  Fiz uma revisão dos números e atualizei as listas de municípios. O próximo roteiro já está pronto. Só falta ir para a estrada. Meus outros contatos: Instagram. Twitter e Facebook.

Em Vista Gaúcha e Barra do Guarita

Neste post mais uma cidade que fica às margens do Rio Uruguai, mas antes uma passada por Vista Gaúcha. A cidade tem esse nome por causa da paisagem que pode ser vista do centro, uma região alta. Quando não havia muitas construções era mais fácil, agora a cidade cresceu e cobriu um pouco da vista. Tem asfalto para chegar lá, mas eu estava em Palmitinho, então peguei um atalho por estrada de chão.

img_20190608_084720216_hdr7514516639290654334.jpg

No centro de Vista Gaúcha tem uma avenida asfaltada.

img_20190608_085649937_hdr3068420981909538022.jpg

img_20190608_085627575_hdr3633888615640042264.jpg

Ao lado do museu municipal eu fiz algumas fotos com a paisagem ao longe. Provavelmente é o local original que gerou o nome de Vista Gaúcha.

img_20190608_085533836_hdr8669873386123865766.jpg

img_20190608_085553395_hdr7012805902865080204.jpg

img_20190608_085612531_hdr6213760632623466609.jpg

De Vista Gaúcha para Barra do Guarita também tem asfalto, mas eu segui por um caminho alternativo, em estrada de chão.

img_20190608_090204039_hdr2971978473863694739.jpg

Barra do Guarita é maior do que Vista Gaúcha.

img_20190608_092419414_hdr2915578854275675920.jpg

img_20190608_092659108_hdr884907744723870492.jpg

img_20190608_092708271_hdr1976293562260452868.jpg

Do outro lado do Uruguai fica Itapiranga, Santa Catarina.

img_20190608_092254114_hdr6847459135991481763.jpg

img_20190608_092232558_hdr2250085777569153183.jpg

img_20190608_092145336_hdr3202563700127929663.jpg

Na volta peguei o asfalto, onde tem um mirante para observar o majestoso Uruguai.

img_20190608_094559978_hdr1297491741571286115.jpg

img_20190608_094608985_hdr349989742016912968.jpg

img_20190608_094714482_hdr6645037415355669943.jpg

Perto do Mirante tem uma santa no alto de um morro, mas moradores da região disseram que o acesso a santa está fechado e a estrada que leva ao alto do morro achei muito estreita. Não quis arriscar. Barra do Guarita é a cidade número 445 que conheço no RS. Aos poucos vamos chegando aos 497. Confira também meu perfil no Instagram. Estou também no Twitter e no Facebook.