Rápida passagem pelos Caminhos de Pedra

Um dos pontos turísticos da Serra que mais recebe visitantes é o Caminho de Pedras de Bento, que está sempre crescendo. Para quem chega a partir da RS-448 em Farroupilha, está sendo finalizada uma nova atração. Uma cervejaria. Um casarão antigo bem numa curva. Em seguida vem a Casa das Confecções e a Casa do Queijo. Logo depois, o Chocolates Benevento. Uma cafeteria que oferece um dos melhores sanduíches da região.

img_20200226_1319029718312103525868830557.jpg

O café tem uma grande área para o visitante curtir. Bom para quem tem crianças também. E o sanduíche é o Benevento, que mistura vários sabores.

img_20200226_1348292767111437902727854539.jpg

Neste dia em fevereiro fiz uma passagem rápida pela região. Achei um casarão de madeira que ainda não funciona como atração. Precisa ser recuperado primeiro.

img_20200226_1356075808979649984555849987.jpg

Fica ao lado desta casa.

img_20200226_1356000952958195325887973185.jpg

img_20200226_1356231685530472600624222944.jpg

Eu cheguei no Caminhos de Pedra a partir de Farroupilha. Na estrada que sai do Santuário de Caravaggio em direção à RS-448 descobri esta casa abandonada.

img_20200226_1257467558450398511448188316.jpg

Lugar bem bonito que pode virar uma cafeteria, por exemplo. Bem, tinha chovido bastante um dia antes e resolvi conferir o Salto Tomazini. Tem um mirante junto à casa dos Doces, que mudou de nome.

img_20200226_1410166388176116075581276191.jpg

Esta é a primeira atração para quem chega a partir de Barracão, em Bento.

img_20200226_1408524235800728317285596231.jpg

Descendo o terreno tem o mirante.

img_20200226_1408260227840113554975271997.jpg

Mas, apesar da chuva, a cascata não estava com tanta água assim. A estrada que se vê no canto direito é a que leva a Pinto Bandeira.

img_20200226_140809362518636842577602053.jpg

Como se vê, são tantas as atrações do Caminho de Pedras que é preciso muitos passeios à região para ir conhecendo todos, aos poucos. Eu tenho muitas fotos de viagens no Instagram Confira meu perfil por lá.

Rio Pardo também sofre com a seca

A região mais central do RS também sofre com a falta de chuva. O Rio Pardo está abaixo do nível normal. Estive na região agora em maio.

img_20200502_135141665304377267136469625.jpg

A praia dos Ingazeiros é um dos principais pontos de encontro da população local.

img_20200502_1352010718524148798309394742.jpg

img_20200502_1351564823693215881291191164.jpg

Desde o fim do ano passado que chove pouco no RS. E a situação não tende a melhorar nos próximos meses.

img_20200502_1358398534692898159862682674.jpg

img_20200502_1356449226572609702727734498.jpg

Tudo indica que teremos a influência do La Niña.

img_20200502_1405514712731577190150159786.jpg

img_20200502_135706508228203331880394567.jpg

Rio Pardo é uma cidade histórica que não sabe aproveitar seu potencial turístico.

img_20200502_1343363536653624341315980314.jpg

img_20200502_1342247815292087146982420356.jpg

Tem um bom hotel, no centro, e a primeira rua com calçamento do Estado. O movimento de turistas por lá poderia ser bem maior. Confira mais fotos de viagens no Instagram.

Caxias: bairro Forquetta e Estrada da Uva

Caxias do Sul tem a Estrada do Vinho e a Estrada da Uva. Esta última tem uma parte que passa pelo bairro Forquetta. Este bairro fica perto da estrada que liga Caxias e Farroupilha. Tem uma igreja bem bonita ao lado de uma linha de trem desativada.

img_20200420_1041277786850908104841001066.jpg

img_20200420_1040159654367466076397508636.jpg

img_20200420_1036581077929600023926424698.jpg

Na praça em frente à igreja tem este cidadão pelado. Lembrei do Bernardão, um personagem mineiro que já mostrei no site. Veja AQUI.

img_20200420_1043237674283899960138187206.jpg

Caxias do Sul também está ligada à uva e ao vinho.

img_20200420_1044025902583935776516822011.jpg

img_20200420_104242278977615152710185176.jpg

Aliás, no Outono, os vinhedos apresentam cores bem interessantes.

img_20200420_111347391798661011474835871.jpg

Do Bairro Forquetta passei por um trecho da Estrada da Uva. A foto acima foi feita ao lado desta casa em ruínas.

img_20200420_1114256381671930400175197946.jpg

Mais adiante uma pequena igreja.

img_20200420_1119468345502093652349363335.jpg

Ficou bonito o contraste da cor da igreja com as árvores.

img_20200420_1118407696872084221767368949.jpg

img_20200420_111734292973732411506477661.jpg

img_20200420_1119591052201456225477177678.jpg

Caxias do Sul tem muitas estradas do Interior asfaltadas, o que garante mais tranquilidade nos passeios. Caxias não é uma cidade que atrai muitos turistas, mas é um bom lugar para se hospedar porque tem uma grande rede hoteleira e uma grande variedade de restaurantes. Confira também meu perfil com fotos lá no Instagram.

Serra Gaúcha começa a retomar atividades

Ainda tímido, mas já há movimentação de pessoas na Serra. Estive em Gramado no último domingo e vi algumas pessoas passeando. Mesmo assim, a Rua Coberta estava irreconhecível.

img_20200419_1442559523287037947589863442.jpg

Caminhando pelas ruas da cidade era possível observar algumas pessoas, inclusive famílias com crianças, mas pouca gente.

img_20200419_1457120018744967111235881026.jpg

img_20200419_1504534033071954381885672650.jpg

A circulação de veículos também era pequena para um domingo.

img_20200419_1502265833551658701113805525.jpg

img_20200419_1510524438163568931631994064.jpg

img_20200419_1511048038452499365140124809.jpg

Hotéis de Gramado ainda não estavam operando. O certo é que ainda vai demorar muito para a situação voltar ao normal. Influenciados pelos noticiários da TV e pelas fake news das redes sociais, muita gente está completamente histérica. Mas, tomando certos cuidados, não há qualquer problema em sair à rua. Depois de Gramado passei por Nova Petrópolis, que me pareceu mais movimentada.

img_20200419_1603299703527106280827024703.jpg

img_20200419_1603383651018138342535572567.jpg

Nova Petrópolis também está com hotéis sem operar normalmente, mas em Caxias, achei um hotel aberto. O antigo Bergson Flat mudou de rede e agora é da Tri Hotéis. Fica na Avenida Os 18 do Forte, bem no centro.

img_20200419_1811016114112017053007528929.jpg

O valor das diárias caiu um pouco e vale a pena se hospedar lá. Havia pouca gente no hotel, estava bem tranquilo. No centro de Caxias, muita gente circulando na segunda-feira e algumas lojas abertas. Aos poucos, vamos voltando ao normal. Confira mais fotos de viagens no Instagram.

Voltando ao RS pela região de Goio-En

Depois de passar uma noite em Chapecó, voltei ao RS e passei numa das regiões que certamente está entre as mais bonitas do Sul do Brasil. Chapecó é uma cidade grande e tem um trânsito horrível. Motoristas muito mal educados que dirigem feito loucos. Fiquei em Chapecó num hotel novo, longe do centro e perto do shopping.

img_20200213_0740061508716375998307140420.jpg

O retorno foi no dia seguinte. Estradas boas, mas com bastante movimento de caminhões. Entrei no RS atravessando o Rio Uruguai, na região de Goio En, que fica em Erval Grande.

img_20200213_0917216036180387375814335471.jpg

img_20200213_0919552755142510048456690400.jpg

Depois descobri que, pelo lado de SC, Goi En é uma região turística que aproveita o rio Uruguai para o lazer.

img-20200213-wa00018627862765623094971.jpg

Há um encontro de vários rios na região.

img_20200213_0920103937202864498783387909.jpg

img-20200213-wa00033449461924693877842.jpg

img_20200213_0919330001198252339300878103.jpg

Ainda pretendo voltar a esta região para conhecer melhor. Quem sabe no Outono, quando não faz tanto calor. Assim termina a série de Posts sobre a viagem que fiz em janeiro e fevereiro. Foram 5.800 km passando por 6 estados, no Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Ainda falta conhecer o Norte do Brasil e voltar ao Nordeste, região para onde viajei muito nas décadas de 80 e 90. Confira mais fotos de viagens no Instagram.