Capela de madeira na Pousada Rugero de Nova Pádua

Esta pousada fica no Belvedere dos Sonda, em Nova Pádua. Não me hospedei lá. Fui visitar no passeio que fiz à região em novembro. A pousada tem uma bonita capela de madeira.

A pousada fica em local tranquilo e tem uma área bem bonita.

São 11 quartos à disposição do hóspede.

Tem um deck.

O estacionamento não é coberto. A diária não é barata e parece que é preciso fazer reserva com bastante antecedência.

Nova Pádua não tem muitas opções de hospedagem. No centro tem outra pousada, mais simples, mas a cidade é bem próxima de Caxias do Sul, com sua grande rede de hotéis. Confira mais fotos de minhas viagens lá no Instagram.

Na Cascata do Rio Mutzel

Esta cascata também é conhecida como Cascata Totta. Fica no interior de Nova Pádua, no Travessão Mutzel, numa área particular. Fui conhecer no passeio que fiz a Nova Pádua em 19 de novembro. Para entrar na área, somente com autorização.

O local é bem bonito e, em época de chuva, naturalmente tem mais água.

A caminhada até a cascata é bem curta. São cerca de 200 metros.

Tem muito mato em volta e pouco lugar para banho.

Mas vale a pena conhecer.

Perto dali fica o Rancho da Amizade, um local construído por moradores locais para a realização de festas e eventos. Lá, tem uma ponte Pensil, também conhecida como pinguela.

Para visitar a Cascata do Rio Mutzel, melhor é contratar um passeio pela Base Turismo, de Nova Pádua, que tem sede no Belvedere dos Sonda. Confira mais fotos no meu perfil no Instagram.

Passeio a Nova Pádua

Em 19 de novembro, um sábado, fiz um passeio de Van até Nova Pádua, pela agência Viagem Conceito. Foi um passeio de um dia, que teve ótimos momentos. A primeira parada foi na igreja matriz, no centro. Depois seguimos até a capela das Almas, no Travessão Divisa. Tem muito asfalto nas estradas municipais de Nova Pádua.

A primeira capela das Almas vai completar 100 anos em 2025. Na verdade, a capela original era de madeira, mas depois construíram uma de alvenaria.

Em 2004 foi construída em frente uma capela maior.

Desta vez a capela estava aberta e foi possível conhecer o interior. Uma guia de turismo contou a história da capela das Almas, que é bem interessante.

Quase ao lado da capela tem um bonito casarão de madeira, que tem mais de 100 anos.

Bem, o passeio a Nova Pádua teve um café colonial no Belvedere dos Sonda, com vista para o rio das Antas.

Depois fizemos um tour pelo interior de Nova Pádua em caminhão do exército reformado, que pertence à Base Turismo de Nova Pádua. Esta agência promove passeios pelo município.

Passamos por um local que tem uma vista do Rio das Antas antes da represa da usina Castro Alves, onde o rio está mais cheio.

Conhecemos uma cascata em área particular, sem acesso ao público.

E encerramos o sábado com um piquenique na vinícola Dom Camilo, no por do sol. A vinícola fica a 500 metros do Belvedere dos Sonda e também tem vista para o Rio das Antas.

Nova Pádua tem um grande potencial turístico. Tem capelas de madeira, igreja de pedra, cascatas e o Rio das Antas, entre outras atrações. Este passeio foi o último do ano pelo interior do RS promovido pela Viagem Conceito. Em 2023 terá mais. Confira mais fotos de minhas viagens por aí lá no meu perfil no Instagram.

Passeio de carretão no restaurante Nono Otávio

O restaurante Nono Otávio fica em Carlos Barbosa, na estrada que leva a Barão. Serve almoço e café colonial.

O restaurante funciona há mais de 10 anos e foi crescendo ao longo do tempo. Começou no porão da casa, mas agora está bem maior.

Uma das atrações é o passeio de carretão pela propriedade.

Quem fez este passeio foi a Kátia. A seguir o que ela escreveu sobre a experiência:

Uma das atrações é o passeio de carretão pela propriedade. Um passeio que foi feito pela Kátia. O texto que segue é dela: Veja também perfil dela no Instagram.

A alegria de se divertir feito criança

Não faz muito tempo que fiz um passeio em grupo e me diverti muito. Um dos destinos foi o restaurante Nono Otávio, no interior de Carlos Barbosa.

O ponto alto foi o passeio de carretão. Nos divertimos muito, demos boas risadas e ainda podemos ver paisagens incríveis. 

O cachorro Boris nos acompanhou no trajeto. Correu muito mas não desistiu. As vezes parava para tomar água e seguia em frente.

Ainda tivemos uma aula de como é armazenado o pasto  para o gado para que seja consumido no inverno. Fica tudo envolvido em um material semelhante a um plástico bem resistente. 

O carretão puxado por um trator é usado na lida do campo e agora também serve para esta incrível aventura.

A comida tradicional italiana é muito saborosa e ainda tem um aspecto cultural. Por exemplo, como os contos tiveram momentos bem difíceis isto se reflete em aproveitar tudo quando vão cozinhar e isto está presente no cardápio do restaurante. 

O lugar é muito bonito e  relaxante em meio a natureza. 

Para chegar a Carlos Barbosa a partir de Porto Alegre pode-se pegar a RS-240 e depois a 446, ou seguir pela BR-386 até Montenegro e depois pegar a BR-470. Os dois caminhos reservam atrações para o turista. Conheça meu perfil no Instagram e veja mais fotos de viagem.

Na Colônia Japonesa de Ivoti

Todo fim de mês tem feira na colônia japonesa de Ivoti. É sempre no último domingo de cada mês. É dia de visitar a região para saborear produtos orientais. E é bom se preparar, porque a feira é bem movimentada.

Tem de tudo, desde o peixe assado a produtos mais tradicionais do Japão.

Além de refeições, o público pode aproveitar para comprar produtos da região.

O bom é chegar cedo, antes das 11 horas, ou mais tarde.

O caminho mais fácil é a partir da BR-116, logo depois da entrada de Ivoti, para quem sai de Porto Alegre. Agora o acesso ficou mais fácil, porque foi feito um recuo na pista que facilita a manobra. Há placas indicativas da colônia japonesa de Ivoti, que é uma das mais tradicionais do RS. Confira mais fotos de meus passeios lá no Instagram.