Sob o viaduto Pesseguinho até a cascata do Bem Estar

Ao lado do Viaduto do Pesseguinho tem um local chamado de Casa Recanto da Ferrovia. Lá começa uma trilha que leva até a bonita cascata do Bem Estar. O viaduto Pesseguinho é parecido com o Mula Preta. Estreito e difícil de caminhar na parte de cima.

Pagando 7 reais por pessoa, é possível pegar a trilha que leva até a cascata.

A caminhada leva de 20 minutos a meia hora. A trilha passa pela floresta e debaixo do viaduto.

Os últimos metros são os mais complicados, mas dá para chegar na cascata. E o esforço compensa.

Acho que no verão deve ser bem legal tomar um banho por lá. A estrada que leva ao Viaduto Pesseguinho começa no centro de Dois Lajeados e há placas indicativas. Confira mais fotos de viagem lá no Instagram.

A Capela da Capilha, uma das mais antigas do RS

A capela Nossa Senhora da Conceição fica na localidade do Taim, no município de Rio Grande. É bem na beira da Lagoa Mirim.

A primeira capela foi construída em 1785. Foi reconstruída em 1844, sob o patrocínio do Comendador Faustino Corrêa, que era um dos homens mais ricos do RS na época.

Dizem que estudos arqueológicos durante o processo para o restauro indicam que havia uma outra capela no mesmo local, construída em 1700.

A capela estava sem pintura e se deteriorando. Foi restaurada e reinaugurada em fevereiro de 2022.

A localidade do Taim fica a menos de 100 km de Rio Grande, com acesso a partir da rodovia que leva ao Chuí e ao Uruguai.

Saindo da rodovia tem uns 2 km de estrada de chão, em direção à lagoa. No fim da vila há uma pequena praça e a capela.

Houve uma festa em fevereiro deste ano na reinauguração. A praia da Capilha é muito procurada por turistas e moradores da região durante os meses mais quentes do ano. As informações sobre a história da capela foram tiradas do perfil Urban explorer project lá no Facebook. Confira lá para obter mais detalhes sobre a história do RS. Confira também mais fotos de minhas viagens lá no Instagram.

Estação ferroviária abandonada em Bexiga

Outra estação de trem antiga e abandonada no RS. Esta é a de Bexiga, o distrito de Rio Pardo mostrado no Post anterior. A estação fica a uns 3 km do centro do distrito. O lugar para estacionar o carro fica ao lado da linha ferroviária.

Depois é preciso caminhar uns 500 metros sobre os trilhos.

Ela lembra bastante a estação de Pederneiras.

Fazia parte da Linha Porto Alegre – Uruguaiana e foi inaugurada em 1883. O prédio atual é de 1973. Depredado e destruído.

Atualmente a linha ferroviária é usada apenas por trens de carga.

Quem gosta de caminhar pelos trilhos sempre encontra algo interessante para fotografar.

O Distrito de Bexiga está mais perto da cidade de Cachoeira do Sul, mas pertence ao município de Rio Pardo. Aliás, Rio Pardo tem um grande tesouro histórico. Pena que o município não saiba aproveitar esse potencial. Confira mais fotos de viagem lá no Instagram.

A estação ferroviária de Pederneiras, em Rio Pardo

Esta antiga estação de trem está abandonada, como tantas que existem por aí. Fica a uns 15 km de Rio Pardo, com acesso a partir da estrada para Cachoeira do Sul. O último trecho da estrada é estreito, mas trafegável. É possível estacionar o carro bem perto da estação.

A estação original foi inaugurada em 1883. O prédio atual é de 1973, mas está abandonado e depredado.

Esta ferrovia era utilizada pela linha Porto Alegre – Uruguaiana, mas o trem de passageiros foi abandonado há muito tempo no RS.

Hoje, os trilhos são usados mais para caminhadas…

A estação é bem isolada, não existe moradias nas proximidades.

A estrada que liga Rio Pardo e Cachoeira do Sul começa com asfalto em Rio Pardo, mas depois é chão. Está em bom estado de conservação, apenas tem muito pó. Nas proximidades da estação tem um túnel, o de Pederneiras. Desta vez não fui conhecer o túnel porque estava muito calor e não sei a distância que é preciso caminhar nos trilhos para chegar a ele. Vou voltar à região no Outono ou Inverno. Confira mais fotos de minhas viagens lá no Instagram.

No Balneário Santa Vitória, em Rio Pardo

O Rio Jacuí tem vários lugares ótimos para banho. Um deles fica em Rio Pardo, no balneário de Santa Vitória. Do outro lado do rio, onde o Rio Pardo se encontra com o Jacuí, fica a famosa praia dos Ingazeiros. O balneário de Santa Vitória fica a uns 6 km da BR 471, com acesso por estrada de chão. Tem lugar para estacionar o carro e curtir um banho de rio.

Como em todos os locais para banho de rio no RS, este fica mais movimentado nos fins de semana. Em dias de semana é bem tranquilo.

O rio Jacuí é bem raso na beira, mas logo em seguida fica bem fundo, então é preciso ter cuidado.

A foto abaixo foi feita na estrada para o balneário.

Pelo interior do RS, é bem grande a procura pelos locais de banho de rio no verão. Em todas as regiões gaúchas há praias pluviais. Algumas com salva vidas, mas a maioria não. Então a regra para um bom banho de rio é: evite ficar longe da margem e não se aventure muito. O negócio é se molhar para escapar do calor… Confira mais fotos de minhas viagens por aí lá no meu perfil no Instagram.