O túnel ferroviário 56 e o Rio Turvo

Saindo de Ipê para o Oeste, tem asfalto até a Vila Segredo. Depois é preciso enfrentar estrada de chão e muito pó nos meses mais secos. O Rio Turvo divide os municípios de Ipê e Protásio Alves.

Um ótimo lugar para um banho de rio. Bem ao lado da ponte. Tem até um camping por lá.

A estrada não é ruim.

Do lado de Protásio Alves, logo depois da ponte, passa a linha do trem.

Caminhando alguns metros, chega-se ao túnel 56.

Caminhei um pouco pelo túnel, mas tem uma curva e não foi possível ver o outro lado.

Seguindo para Protásio Alves, a estrada está sendo asfaltada. Passei por lá no fim de novembro de 2022. Era um dia de pouco movimento, mas acredito que nos fins de semana deve ser meio complicado, porque há trechos em meia pista e com muito cascalho e pedras. Quando ficar pronto o asfalto, será um belo passeio do centro de Protásio Alves até o Rio Turvo. Confira mais fotos lá no Instagram.

Os casarões antigos do centro de Antônio Prado

A cidade mais italiana do Brasil tem uma região central que é das mais bonitas também, graças aos muitos casarões antigos, quase todos tombados pelo patrimônio histórico. A última vez que passei pela cidade foi no fim de novembro. Um domingo. Por isso ficou mais fácil fotografar os casarões. Normalmente tem muitos carros estacionados na frente.

Para conhecer esses casarões é muito fácil. Basta caminhar pelo centro da cidade.

Quase todas as atrações turísticas do centro ficam nas proximidades da praça central.

A cidade tem uma avenida principal e outra na frente da igreja. As demais são vias menores.

A maioria dos casarões antigos virou estabelecimento comercial, mantendo as características originais.

Antônio Prado tem um hotel bem novo, afastado do centro. Na área central tem o antigo Pradense. O Hotel Piemnonte foi demolido.Confira mais fotos de meus passeios lá no Instagram.

Casarão centenário e capela de madeira em Antônio Prado

Este roteiro foi feito no final de novembro. Fui conhecer mais um pouco da região de Antônio Prado. Ao noroeste da cidade, na estrada que leva a Vila Flores, fica a localidade de Santana. Seguindo para o norte por estrada de chão, cheguei a outras localidades, e uma delas revelou uma surpresa.

Este belo casarão de mais de 100 anos da família Slaviero está bem conservado.

Seguindo mais adiante, fui conhecer a capela São José, que é de madeira.

Tem um campanário também de madeira.

Neste dia, eu saí cedo de Farroupilha e peguei a RS-448 em direção a Nova Roma do Sul. Passei pela histórica ponte de ferro do Rio das Antas.

Em Nova Roma do Sul passei pela capela de São Paulo, numa localidade do interior.

A estrada que liga Antônio Prado e Nova Roma do Sul está totalmente asfaltada. Isso vai melhorar o turismo na região. Antônio Prado tem um novo hotel, ao lado do centro de eventos. O antigo hotel Piemonte, no centro, foi demolido e no lugar será erguido um centro comercial. Tem mais de Antônio Prado no próximo post. Confira mais fotos de meus passeios lá no Instagram.

Por do Sol na Adega Dom Camilo de Nova Pádua

Um dos lugares mais bonitos da Serra Gaúcha. Fica no Belvedere dos Sonda, em Nova Pádua. É uma vinícola, com vista para o Rio das Antas. Um lugar para passar a tarde.

Eu estive lá em novembro, no por do sol.

O lugar estava bem movimentado.

É possível comprar bebidas para consumir lá. Também dá para montar uma cesta de piquenique.

Certamente é um dos locais mais agradáveis para um passeio em Nova Pádua.

O Belvedere dos Sonda fica a 7 km do centro de Nova Pádua, com acesso por asfalto. Há placas indicando o caminho. Não tem como errar. Confira mais fotos de meus passeios, lá no Instagram.

A minha Copa do Qatar durou 5 minutos

Sim, eu sei. Este é um site de viagens e turismo, mas existem várias maneiras de viajar. Podemos viajar lendo um livro, vendo um filme, ouvindo uma música, ou apenas na imaginação. Então imaginem que estamos no Oriente Médio, onde acontece mais uma copa da Fifa.

Agora vamos falar dos 5 minutos. Liguei a TV, hábito que perdi há 2 anos, e me preparei para assistir à copa do Qatar. A seleção local contra o Equador. Jogo começou eletrizante, com gol aos 3 minutos. Dois minutos depois a surpresa. O gol não valeu e ninguém entendeu realmente por quê.

Naquele momento desisti da Copa. Entrou em cena uma das maiores burrices inventadas no futebol, o tal de VAR. Não sou contra mudanças, mas acho que uma mudança deve ser sempre no sentido de melhorar alguma coisa. O Var é uma imbecilidade. Acabou com a graça no futebol. Erros sempre ocorreram, quem não lembra do famoso gol do Maradona em 1986?

Pois este gol jamais aconteceria hoje. Ah, o gol do Maradona foi injusto? Sei lá, talvez sim, talvez não, mas ficou na história como o gol mais famoso do craque argentino. Hoje, acontece um lance duvidoso, entra em ação o tal Var, que várias vezes já tomou decisões polêmicas. E erradas. Aí a gente fica 3, 4, 5 minutos esperando para comemorar o gol, ou para comemorar um pênalti, enfim, tirou toda a graça do jogo. Futebol é feito de erros e acertos da arbitragem. Aí é que está a graça. O Var tornou o jogo burocrático, com lances polêmicos dependendo da decisão de seres, digamos invisíveis? Acho que não. A foto abaixo é inédita e mostra um dos integrantes do tal VAR…

Não sei quem vai ganhar a copa e nem me interessa. Se alguém me perguntar o que eu acho do Mundial, vou responder: ah, vá se catar…