Cristo Redentor de Encantado gera polêmica antes de ser inaugurado

Previsto para ser inaugurado ainda este ano, o Cristo de Encantado já provoca polêmica. O prefeito do Rio de Janeiro provocou os gaúchos, dizendo que a vista não será a mesma…

Claro que a vista do Cristo do Rio é única, mas quem conhece o Vale do Taquari sabe que as paisagens de lá são espetaculares. Em breve pretendo visitar a região de Encantado e conferir como estão as obras do Cristo, que terá 43 metros de altura. Deve ser uma das mais altas estátuas do gênero do mundo.

Agora, depois de inaugurada a estátua, a cidade de Encantado tem que investir mais para atrair o turista. Melhorar a rede hoteleira, por exemplo. A cidade tem um bom hotel no centro e um razoável na estrada. Precisa mais. Precisa ter mais infra estrutura de gastronomia. Se não, o turista vai se hospedar em Lajeado e visitar Encantado apenas para conhecer o Cristo.

Eu tenho viajado bastante pelo interior gaúcho nos últimos meses, conhecendo pequenas comunidades do interior. No meu perfil no Instagram há fotos dos mais variados lugares para conhecer. Confira lá.

A caverna indígena de Veranópolis

Estive inúmeras vezes em Veranópolis nos últimos anos mas é a primeira vez que visito a gruta indígena. Fica a uns 10 km do centro, do lado direito de quem está na BR 470 em direção ao norte. Há placas indicando o caminho. Depois de sair da BR tem uma estrada estreita, de chão, de uns 5 ou 6 km. Chegando na gruta, é preciso caminhar um trecho.

A descida é fácil e curta.

A gruta tem uns 60 metros mas há luzes na parte interna.

Dizem que índios caingangues viveram na região.

A área tem uma espécie de mirante, mas há muitas árvores em volta.

Depois de visitar a caverna indígena, é só subir de volta…

Veranópolis tem muitas atrações para o turista. O maior problema da cidade são os hotéis. Tem um na margem da BR, com cabanas, que é o melhor. Outro hotel fica no centro da cidade, a uma quadra da igreja. Acontece que as diárias são muito altas. Um quarto para casal chega a custar quase 300 reais, o que é um absurdo. Tem hotel em Caxias pela metade do preço oferecendo muito mais conforto. Veranópolis precisa de um hotel tipo Ibis, e com urgência. Confira mais fotos no meu perfil no Instagram.

O Estádio Municipal de Casca

Afastado um pouco do centro e bem perto da RS-324, o estádio municipal de Casca é um ótimo local para fazer exercícios. Tem uma pista atlética para corridas e caminhadas. Uma volta equivale a 400 metros.

O gramado parece bem cuidado.

O estádio tem apenas uma pequena arquibancada e nem sei se são realizados jogos de futebol por lá.

O estádio municipal de Casca fica ao lado do Hotel Galvan, onde me hospedei na noite de primeiro de janeiro. Hotel novo, com garagem coberta.

Pedi um quarto com sacada.

Casca é uma cidade pequena mas tem um centro bem organizado. Tem até uma rua coberta, para eventos.

Na frente da rua coberta tem uma espécie de bistrô, cafeteria e chocolateria. Muito bom para um lanche da tarde.

O espaço interno é bem agradável. O atendimento também.

Casca fica às margens da RS-324 e é caminho de quem segue para a região do Planalto, e fica perto de Marau e Passo Fundo. A rodovia é bem movimentada mas está com asfalto bom. Pista simples, então é preciso ter cuidado nas ultrapassagens. Confira mais fotos de viagens lá no Instagram.

Salão comunitário da Linha 23 em Vila Maria ainda se recupera de temporal

Este temporal aconteceu bem no fim de novembro do ano passado. Passei pela região em primeiro de janeiro de 2021 e os estragos ainda estavam à vista. Parte da parede do salão comunitário veio abaixo.

O telhado também foi atingido. Passei de novo pela região em março e as paredes continuavam do mesmo jeito.

O salão comunitário fica ao lado da capela São Roque.

Eu cheguei à região depois de visitar a cascata do porongo. Meu destino era a cidade de Santo Antonio de Pádua, mas passei antes pela capela São José, na localidade de Cerro Paraíso.

Todo o trajeto foi feito por estrada de chão.

No caminho, esta pequena casa que me pareceu abandonada chamou a atenção.

No verão é comum acontecerem temporais em cidades do norte e noroeste do RS. Grandes áreas abertas facilitam a ação do vento. Confira no meu perfil no Instagram mais fotos de viagens.

Reveillon em Guaporé

Na virada de 2020 para 2021 eu estava na estrada, para variar um pouco. Escolhi passar a noite do dia 31 na cidade de Guaporé. Fui a um hotel que eu não conhecia, mas as fotos na Internet me agradaram. O JC Borsatto, que fica no centro, a duas quadras da praça central.

A rua do hotel é bem movimentada. Pedi um quarto com sacada e ar condicionado e foi tudo bem. A diária para casal saiu por 150 reais, com café da manhã e garagem coberta.

Na rua do hotel tem um supermercado e, na esquina, um ótimo café.

Passei uma noite bem tranquila e na primeira manhã de 2021 saí cedo para caminhar.

Quem vai a Guaporé não pode deixar de visitar o Cristo redentor.

Lá de cima é possível avistar toda a cidade e região.

Quando deixava Guaporé para o meu próximo destino, passei na frente desse prédio abandonado, onde funcionou uma escola.

Guaporé é conhecida como a cidade das semi jóias e das lingeries e tem um shopping que fica na estrada a 500 metros do pórtico. Ao lado, está sendo construído um novo hotel Ibis, que vai incrementar o turismo na região. Mais fotos de minhas viagens estão disponíveis no Instagram.