Uma gruta e uma cascata no interior de Capitão

Percorrendo estradas de chão do Vale do Taquari, cheguei até a gruta de Nossa Senhora de Lourdes de Capitão.

Ao lado da gruta tem uma cascata.

Nos fins de semana os moradores da região costumam fazer churrasco por lá.

Acho que até dá para tomar banho.

A gruta é, na verdade, uma pequena entrada na rocha.

Antes de passar pela gruta e a cascata, andei pelo interior de Nova Bréscia. Fui até a localidade conhecida como Linha Estefânia.

Roteiro feito apenas por estrada de chão, com algumas pedras e muito pó. Da gruta de Capitão segui para o leste, em direção à RS-129. Confira mais fotos de meus passeios no meu perfil no Instagram.

Igreja católica em ruínas em Picada Natal

Picada Natal fica em Travesseiro, quase no limite com Capitão, no Vale do Taquari. A igreja católica foi inaugurada em 1915, mas depois que os poucos moradores da região foram embora, a igreja ficou abandonada. Hoje o prédio está assim.

A estrada para chegar lá é ruim. Estreita em alguns trechos e com pedras. São 2,5 km de estrada ruim.

Vale conhecer o lugar apenas pela curiosidade.

Ao lado da igreja, no meio do mato, tem um cemitério abandonado. Cuidado que há tumbas abertas. E aranhas.

Eu cheguei em Picada Natal a partir de Lajeado e Arroio do Meio. Peguei a estrada da Forqueta, que tem asfalto e depois chão. Passei pela igreja evangélica de pedra.

A estrada passa ao lado do rio Forqueta.

Atravessei a cidade de Travesseiro.

Ao lado da estrada que leva a Picada Natal tem esta igreja, que não descobri o nome.

Esta estrada liga Travesseiro a Linha Estefânia, uma localidade da região. As estradas de chão por lá estão boas, mas em época de seca tem muito pó. Confira mais fotos de viagem lá no meu perfil no Instagram.

Na comunidade do Pulador

O saldo do Pulador é bem conhecido por quem viaja pela região de Guaporé, União da Serra, Arvorezinha e Itapuca. Fica no Rio Guaporé e pode ser acessado a partir do centro de Itapuca ou de Arvorezinha, por estrada de chão.

Uma pequena ponte de madeira permite atravessar o rio.

É uma região muito bonita.

A poucos quilômetros do rio, já em União da Serra, fica a comunidade do Pulador.

Lá tem a igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Passei por lá em setembro do ano passado.

Do Pulador, por estrada de chão, chega-se a União da Serra ou Guaporé. No caminho há várias comunidades rurais. Guaporé é a cidade polo de langeries e semi jóias. Lá também tem um Cristo Redentor, no alto de um morro na entrada da cidade. No shopping da RS-129, tem um ótimo restaurante para almoço. Confira mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.

Comunidades pelo interior de Paverama e Estrela

Sempre é possível descobrir lugares novos para conhecer lá pelo interior de cidades gaúchas. Este roteiro foi feito no feriadão de 15 de novembro. Saí no sábado de Porto Alegre, peguei a BR-386 e, depois do pedágio de Montenegro, entrei por Paverama para fugir do segundo pedágio no caminho para Lajeado. No interior de Paverama fui até a comunidade de São José de Santa Manuela.

Para variar, sempre tem uma pequena igreja. Ao lado da igreja esta casa.

A estrada para chegar lá é de chão, mas no distrito tem calçamento, na frente da igreja.

De Paverama voltei para a BR-386 por estrada de chão, chegando na BR na altura do restaurante Rosinha, depois do pedágio. No caminho passei pela pequena igreja de São Pedro, ainda em Paverama.

Depois subi a 386 até a entrada de Bom Retiro do Sul, onde peguei uma estrada secundária em direção a Linha Delfina, no interior de Estrela.

Este distrito já é bem maior. tem duas casas antigas, sendo que uma delas foi ou ainda é um ponto comercial.

Seguindo novamente em direção a BR-386, passei por um cemitério cujas lápides tem muitos nomes em alemão.

Depois de fotografar o pequeno cemitério segui para Lajeado, para passar a primeira noite do roteiro. Como era feriadão, os hotéis estavam muito caros na Serra, então decidi seguir a Lajeado e depois subir a RS-129 em direção ao Norte. Confira mais fotos de meus passeios lá no Instagram.

Na Cascata Doutor Ricardo e outros locais

Doutor Ricardo é uma pequena cidade cortada pela RS-332, que começa em Encantado e termina na BR-386 em Fontoura Xavier. Lá tem uma gruta religiosa e, na mesma estrada, uma cascata.

A estrada da gruta tem asfalto e ao lado da cascata há lugar para estacionar.

É possível chegar bem perto da queda d’água.

Neste roteiro que fiz no ano passado, passei por diversas comunidades da região. Uma delas é a Linha Bonita Alta, também em Doutor Ricardo.

As cidades da região são bem próximas. Em Anta Gorda, passei pela Linha Cordilheira Alta.

Também em Anta Gorda tem a comunidade do Paredão.

Continuando em Anta Gorda, passei pela Linha São Brás.

E depois pela Linha Contini.

Alguns trechos foram em estrada de chão, outros em asfalto. Sempre que possível, fujo das estradas principais e percorro as estradas de chão do interior. São essas que levam aos lugares mais bonitos… Confira outras fotos lá no meu perfil no Instagram.