De Porto Alegre a Casca

Primeiro dos 19 dias de viagem. Saída de Porto Alegre com 9 graus. Céu nublado durante todo o dia. Almoço no Planeta Terra no shopping de Lajeado. Passagem pelo Cristo Protetor de Encantado, que está em construção.

Uma rápida passagem por Guaporé, onde tem o Cristo Redentor.

Chegada em Casca no fim da tarde, passando antes pela histórica Vila Evangelista.

Em Casca fazia 8 graus no fim da tarde e a noite deve ser bem fria. Primeira noite no ótimo Hotel Galvan. Amanhã seguimos para Erechim.

De Montauri a Nova Alvorada

Em meu roteiro pelas estradas de chão do RS percorri desta vez a região do Rio Pulador, já em direção ao Norte do Estado. Subindo em direção a Montauri, passei por um riacho um pouco antes da entrada da cidade.

Tentei encontrar um lugar para almoçar em Montauri, mas estava tudo fechado. Era meio do Carnaval. Domingo. Fotografei a igreja da cidade.

Aquela casa ao fundo me chamou a atenção.

Seguindo para a próxima cidade, Nova Alvorada, mais uma vez me deparei com o Rio Pulador.

No caminho, num trecho de estrada asfaltada, um lago meio esverdeado.

Passei também por novas comunidades do interior. A primeira foi a de Nossa Senhora da Saúde da Morangueira.

Mais adiante, a Igreja do Passo da Lage.

Depois do almoço em Nova Alvorada meu destino era a cidade de Camargo, passando por novas comunidades rurais e ainda na região do Rio Pulador. Ainda tem muito assunto para postar neste roteiro que fiz durante o Carnaval. Agora já estamos em pleno inverno e a paisagem nas regiões por onde andei certamente está bem diferente. Confira fotos de minhas viagens por aí no perfil que tenho no Instagram.

A Capela São Valentim de União da Serra

Mais uma capela de madeira no município de União da Serra. Esta, passei meio que por acaso. Estava circulando numa estrada próximo ao Rio Pulador quando uma placa me chamou a atenção. Decidi conferir e tive uma bela surpresa.

Achei que ia ver uma capela comum, mas me enganei.

A capela está isolada, no meio do nada. De lá, segui por uma estrada estreita até o Rio Pulador, onde conheci um local chamado de Acampamento Galera da Caverna. Um local que deve ser usado por alguma turma. Ainda é o município de União da Serra.

Não é possível atravessar o Rio Pulador de carro alí, mas uma ponte está em construção.

No Google Maps, não havia fotos desse Acampamento. Agora tem. Bem, depois eu decidi seguir para a cidade de Montauri, ao norte. Peguei mais uma estrada estreita às margens do Rio Pulador. No caminho, passei pela Linha 12 e mais uma capela, a de Santo Antônio.

Esta não é de madeira, mas tem uma cor que não é tão tradicional assim para igrejas. Ficou bem bonita.

A essas alturas, já tinha passado de meio-dia e eu procurava um lugar para almoçar. Fui até Montauri mas não encontrei nada aberto. Acabei almoçando em Nova Alvorada, no restaurante do hotel Pelegrini. No caminho fiz novas descobertas, como vou mostrar no próximo Post. Confira mais fotos de viagens lá no meu perfil no Instagram.

No Santuário Mãe da Juventude

O Santuário de Nossa senhora Mãe da Juventude fica no interior do município de Montauri, que é vizinho de União da Serra e, na verdade, é mais uma área onde provavelmente são realizados encontros do tipo Retiros. Não tem nada de especial.

Cheguei lá por estrada de chão a partir de União da Serra.

Era um dia ensolarado de fevereiro, com temperatura bem agradável.

Antes de chegar ao Santuário, passei pela Linha Décima, em União da Serra, onde fica a capela de Nossa Senhora da Saúde.

Para quem não me conhece, eu estou percorrendo as pequenas comunidades do Interior, já que conheço todas as 497 cidades do Estado. Meus roteiros, agora, são preferencialmente pelas estradas de chão, conhecendo recantos bem escondidos. Alguns reservam belas surpresas, outros são mais simples. Todos os lugares por onde passo são registrados e as fotos postadas aqui no site ou no meu perfil no Instagram.

Capela de madeira no interior de União da Serra

A bela capela São Luiz fica no distrito do mesmo nome, a poucos quilômetros do centro de União da Serra. Fica num parque ao lado da cascata que mostrei no Post anterior.

Capelas de madeira são uma preciosidade. Poucas cidades possuem algumas assim.

Para chegar ao distrito de São Luiz é preciso pegar uma estrada de chão a partir da RS-129 em Guaporé.

Ao lado da capela tem esta casa.

Este passeio foi feito em fevereiro, bem no meio do Carnaval. Passei pelo centro de União da Serra e a cidade estava deserta.

A igreja fica bem no centro, na frente deste sobrado.

Do centro de União da Serra segui para passeios pelo interior, que vou mostrar mais adiante. Roteiros feitos sempre por estradas de chão, algumas em bom estado, outras bem estreitas e no meio da mata. É o que mais gosto de fazer por aí. Tenho um perfil no Instagram com mais fotos de viagens.