O antigo salão de baile dos Schmitt de Nova Petrópolis

No começo de agosto segui para Nova Petrópolis a partir de Linha Nova. A estrada tem parte asfalto e parte chão. Numa área onde o asfalto foi colocado há pouco, ficou um valão ao lado da pista. Parei para fotografar uma casa antiga que me chamou a atenção e caí no valão. Falta de atenção ao dar a ré.

img_20200804_1315595415136257064518256208.jpg

Enquanto aguardava o guincho para tirar o carro, apareceram moradores da região, Linha Olinda. Fiquei sabendo que a casa que eu pretendia fotografar é um antigo salão de baile, e pertence à família Schmitt.

img_20200804_1326598994002914233432419703.jpg

Fica a poucos quilômetros do centro de Nova Petrópolis.

img_20200804_1321460247301160833750535901.jpg

img_20200804_1322017653488626433440972329.jpg

Os moradores da casa foram muito atenciosos e me ajudaram a chamar o guincho.

img_20200804_1330091773171414647422368923.jpg

Depois que o carro foi retirado segui viagem. Em Nova Petrópolis, um novo local turístico está quase pronto, na avenida principal, bem próximo da BR-116.

img_20200804_1548451175016311397797538548.jpg

img_20200804_1549167772446264133983372853.jpg

Passei a noite na cidade, no Hotel Alles Berg, bem no centro.

 

img_20200804_1427457197183351036331753226.jpg

O movimento de turistas naquele domingo estava bem calmo.

img_20200804_1446436894504791130366848442.jpg

E apesar da temperatura agradável à tarde, quando o Sol começou a se esconder, o frio foi chegando.

img_20200804_1724373651600353841529310493.jpg

No outro dia fiz um caminho diferente para Caxias do Sul, passando pela localidade de Nossa Senhora do Pedancino, às margens do Rio Caí. Isso é assunto para o próximo Post. Confira mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.

De Nova Roma do Sul a Pinto Bandeira

Quando fiz este caminho, no fim de julho, a RS-448 estava bloqueada junto à ponte de ferro, por causa da forte chuva do mês. Desci a rodovia de Nova Roma até a ponte e, depois, tive de subir por uma estrada de chão no meio da mata até Pinto Bandeira. A estrada começa bem ao lado da ponte, no lado de Farroupilha. No caminho tem outra ponte, de pedra, que é um local turístico bem escondido.

img_20200719_1604094635156755265691065932.jpg

Tem lugar para estacionar ao lado e fotografar.

img_20200719_1606150046036055623920417939.jpg

img_20200719_1605564706701118132265271883.jpg

img_20200719_1607058415732233249186393374.jpg

Esta estrada, em bom estado, é um caminho alternativo, usado apenas por quem conhece a região. De Pinto Bandeira desci em direção a Bento Gonçalves. No caminho, a Cascata dos Amores, que estava com muita água, depois de secar nas semanas anteriores à chuvarada.

img_20200719_1632042826385794443462491354.jpg

Em Bento, peguei a estrada do Caminhos de Pedra. Perto da casa da erva mate, tem um riacho que corre paralelo à estrada e estava com bastante água.

img_20200719_165035459183571539879627565.jpg

Este é outro dos muitos lugares escondidos na Serra Gaúcha, visível apenas por quem tem paciência de parar o carro, em vez de apenas seguir viagem.

img_20200719_1651112134204947230505687269.jpg

Normalmente este riacho não é tão cheio assim, mas tinha chovido muito nos dias anteriores. Daqui até o fim do ano a expectativa é de redução da chuva, até porque há uma configuração de La Niña no Pacífico, junto à costa do Chile, o que afeta profundamente o clima no Sul do País. O Paraná já enfrenta graves problemas de abastecimento de água na região metropolitana de Curitiba. Confira mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.

De Mato Perso a Nova Pádua

Mato Perso é uma localidade que fica entre Caxias do Sul e Farroupilha. Para ir até lá tem uma estrada no interior de Caxias, passando por Santa Justina, onde sempre tem alguma coisa para fotografar.

img_20200719_1101397194297138174249555088.jpg

Na estrada de Mato Perso entrei à direita, em direção a Otávio Rocha, um distrito de Flores da Cunha. Tem um belo casarão antigo por lá.

img_20200719_1125142981254534006785493761.jpg

img_20200719_1128121588447410882332339242.jpg

A gruta de Otávio Rocha estava fechada. Segui até o centro da localidade.

img_20200719_1147006827693511667069230688.jpg

De lá peguei um caminho que faço sempre, quando vou a Nova Pádua. Uma estrada de chão que passa por vinhedos e lugares interessantes.

img_20200719_1158493458639496936728888554.jpg

Em Nova Pádua almocei no restaurante que fica no Belvedere dos Sonda com vista para o Rio das Antas.

img_20200719_1326208913642148332264987345.jpg

img_20200719_1233110581716542096823134918.jpg

O interior de Nova Pádua tem várias estradas asfaltadas que levam a localidades diversas.

img_20200719_1309045218541424538537627189.jpg

img_20200719_1309155461336291101101081166.jpg

Ao lado desta casa tem um riacho com uma pequena cascata.

img_20200719_1310037395054302349537663465.jpg

img_20200719_1311341083074412654571791098.jpg

img_20200719_1311508687276888252963412277.jpg

Depois era hora de pegar a balsa e atravessar o Rio das Antas, rumo a Nova Roma do Sul.

img_20200719_1509495524899936128958611872.jpg

Como tinha chovido bastante, a barragem da usina Castro Alves estava bem cheia.

img_20200719_1522531868219748596104045398.jpg

O dia estava perfeito, com muito Sol e temperatura agradável. Na semana que vem tem a sequência deste passeio. Confira mais fotos no meu perfil no Instagram.

 

Chegando a Caxias pela Estrada da Uva

Depois de subir de novo para o Cerro da Glória a partir da Estrada do Vinho, segui para Caxias do Sul pela Estrada da Uva. Passei mais uma vez pela igrejinha de madeira.

img_20200718_1448092022554752671663447741.jpg

img_20200718_1449258711088032740296777553.jpg

Algumas árvores da região começam a brotar.

img_20200718_1429084745741000239599507536.jpg

Mais adiante tem outra capela.

img_20200718_1525008531421523773183501021.jpg

E uma grande árvore na beira da estrada.

img_20200718_1501365294546371656649506193.jpg

Depois do Cerro da Glória, a estrada tem asfalto.

img_20200718_1556493749050986318125133948.jpg

img_20200718_1556585031707610281872781800.jpg

De vez em quando paro para fazer algumas fotos.

img_20200718_1556349325363328819036086446.jpg

Já no fim da viagem, depois de passar pela região de Forquetta, fui até a vinícola Casa Perini, que já fica em Farroupilha.

img_20200718_1610554916536208746503395610.jpg

Depois foi só pegar a rodovia estadual RS 453 e seguir para Caxias do Sul. Eu pretendo voltar à região do Cerro da Glória e a Estrada da Uva, mas vou subir a partir da RS-452, fazendo um outro caminho no início. Confira mais fotos de viagens no Instagram.

Na Picada Feijão e na Picada Schneider

Dois lugares pitorescos no interior de Ivoti e Presidente Lucena. Para quem não sabe, Picadas são aqueles caminhos abertos no meio da mata. Os nomes certamente são do tempo dos imigrantes. Na Picada Feijão cheguei a partir de Morro Reuter, pegando uma estrada de chão ao lado do Morro da Embratel, a partir da br-116.

img_20200704_1442531436956816096959668928.jpg

img_20200704_1442428832013904384827958273.jpg

A Picada Feijão tem uma rua asfaltada e algumas casas.

img_20200704_1459280284489574149739022363.jpg

img_20200704_1459365206767513855428587222.jpg

img_20200704_1459109605869323403910712163.jpg

img_20200704_1457134672848210732101937694.jpg

A Picada Schneider fica mais ao norte, em direção a Presidente Lucena. Tem uma igreja e casas próximas.

img_20200718_1245177408862709469491615729.jpg

img_20200718_1245389545233446401757754322.jpg

img_20200718_1244009503040587742412230613.jpg

img_20200718_1244113068200125772719555606.jpg

O bom de fazer esses passeios é percorrer estradas de terra pelo Interior e descobrir casarões antigos. Ivoti e Presidente Lucena são duas cidades relativamente perto de Porto Alegre. Dá para fazer um bate a volta. Confira mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.