Passeio pelo interior de Nova Roma do Sul

Em junho resolvi percorrer alguns caminhos no interior de Nova Roma do Sul. Depois de passar pelo cachoeirão e pelo antigo cemitério sueco, subi a RS-448 em direção ao centro da cidade. Pouco antes de chegar lá, peguei uma estrada asfaltada à esquerda. Fui parar numa pousada.

img_20200627_160203704321257188575320755.jpg

A Pousada Vale das Antas funciona nesta casa de madeira e cobra 100 reais por pessoa, com café da manhã.

img_20200627_1601303446951169133339491130.jpg

img_20200627_1606140034490366176758404083.jpg

Bem interessante para quem gosta de se hospedar em lugares rústicos. Da pousada se tem uma bela vista do Rio das Antas.

img_20200627_160311651562071003445451960.jpg

img_20200627_1602243633983110357398311525.jpg

Fica num lugar bem tranquilo e isolado.

img_20200627_1601582283831348953900913558.jpg

img_20200627_1606010912359725019790742775.jpg

img_20200627_1603441968545938981586858973.jpg

Perto da pousada, em direção à RS-448, fica esta capela.

img_20200627_1610359961390329218579548918.jpg

É a capela de São Roque.

img_20200627_1611306263216526099197835603.jpg

A região toda é cercada de vinhedos.

img_20200627_1610406854456075612698459260.jpg

img_20200627_1610198317018864586847354762.jpg

Depois desse passeio, voltei para a RS-448 e fui até o centro de Nova Roma do Sul. Na frente da igreja matriz, entrei à direita e segui em direção a Nova Pádua. No caminho fica a barragem da usina Castro Alves.

img_20200627_1625533162523487473552393773.jpg

Depois da chuva de julho voltei a passar por lá e a barragem estava assim:

img_20200719_153436_5597031654236395211234.jpg

Poucos quilômetros depois da barragem tem a balsa que atravessa o rio das Antas, caminho para Nova Pádua.

img_20200627_1635386715010520179580509445.jpg

img_20200627_1635596767328903183987554487.jpg

De Nova Pádua segui para Caxias do Sul, para passar a noite. Já tenho outro passeio à região programado. Vou percorrer o interior de Nova Pádua. Confira mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.

O histórico cemitério sueco do RS

Um lugar pouco conhecido e pouco divulgado, que fica no interior de Nova Roma do Sul, quase às margens do Rio das Antas. O acesso é feito a partir da RS 448, uns 4 ou 5 km depois da ponte de ferro. Há uma placa indicando o caminho. Depois é só seguir por uma estrada de chão.

img_20200627_1532175551562273570562307687.jpg

Logo em seguida, do lado direito, fica o cemitério.

img_20200627_1532099954035192072923751127.jpg

Os primeiros suecos chegaram ao Rio Grande do Sul por volta de 1890 e foram para esta região remota do Estado, às margens do Rio das Antas. O cemitério mostra a simplicidade com que viviam os primeiros moradores da área.

img_20200627_1533114135595941326291156672.jpg

img_20200627_1532548306051034876520429564.jpg

Alguns túmulos no meio da mata, mas as flores novas mostram que os cuidados continuam até hoje.

img_20200627_1533006116443069844919620288.jpg

img_20200627_1533232485702724306091246308.jpg

Como as terras em que os suecos moravam eram bem ruins para a agricultura, eles acabaram se mudando para o outro lado do rio, em Farroupilha, mas o local onde os antepassados eram sepultados permanece na área de origem.

img_20200627_1533312541906301370927710964.jpg

Esta mesma estrada é caminho para o Salto Escondido, uma bela cascata da região, que algum dia ainda irei conhecer. O acesso tem que ser feito a pé.

img_20200627_15334957256424270652295032.jpg

Os suecos possuem um museu no RS, que fica no interior de Farroupilha.

dscn3436

A Casa de Cultura sueca já foi tema de um Post aqui no site. Para conferir, clique AQUI. Agora tem asfalto em parte da estrada e é bem fácil chegar lá. Confira também mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.

 

Mais um cachoeirão no Rio das Antas

O Rio das Antas deve ter várias áreas como esta, chamadas de cachoeirões. Muitas devem ter acesso difícil. Eu conheço duas. Uma delas fica entre Nova Pádua e Nova Roma do Sul e é vista do alto do Belvedere dos Sonda, em Nova Pádua. Esta que vou mostrar agora fica entre Farroupilha e Nova Roma do Sul. A entrada é a partir da ponte de ferro, no lado de Nova Roma. São 8 km de chão. Tem alguns trechos com pequenas pedras, então é bom ir devagar para não sofrer danos nos pneus. No caminho, esta casa.

img_20200627_142115016254610823376857367.jpg

Na chegada tem uma placa indicativa e local para estacionar o carro.

img_20200627_144405470686305509868641826.jpg

É possível caminhar bastante sobre as pedras.

img_20200627_1446040725277037450204969528.jpg

img_20200627_1448591631362826055807476949.jpg

Acredito que no verão o local deve ser bem movimentado. Quando estive lá, o dia estava nublado.

img_20200627_1445413192931764457421310227.jpg

img_20200627_1448395296233152262773272751.jpg

img_20200627_144440590909869048255401370.jpg

img_20200627_1445464223796376605791301333.jpg

Apesar de ter muitas pedras, há alguns locais bons para tomar um banho de rio.

img_20200627_1447475999206370418407208417.jpg

O Rio das Antas é usado pelo pessoal do Rafting, que sai de Nova Roma do Sul. No próximo Post um lugar curioso e histórico que fica às margens do rio. Confira mais fotos no meu perfil no Instagram.

 

A ponte de ferro da RS-448

Oficialmente chamada de ponte Getúlio Vargas, ela é mais conhecida como a ponte de ferro mesmo. Inaugurada em 1930, sob muita polêmica, a ponte liga os municípios de Farroupilha e Nova Roma do Sul. Dizem que a inauguração foi feita na marra, com a passagem de caminhões do Exército durante a Revolução de 1930. Antes, a ponte estava interditada com correntes e cadeados, à espera da abertura oficial. Os milico abriram caminho a tiros.

img_20200627_1401078486799067473278278241.jpg

A ponte é estreita e permite apenas a passagem de carros num único sentido de cada vez. É preciso esperar se vier veículo no sentido contrário. Do lado de Farroupilha tem uma trilha a lado da ponte que desce até a margem do Rio das Antas. É fácil descer caminhando.

img_20200627_1406112768631779675981693151.jpg

Lá embaixo se tem uma visão diferente da ponte, que fica bonita mesmo em dias de céu nublado.

img_20200627_1405031863078047692125141309.jpg

img_20200627_1404299913409487454248314153.jpg

No local há uma prainha que nos dias quentes de verão deve atrair muitas pessoas, apesar das pedras.

img_20200627_1405063247520220949086474143.jpg

A RS-448 é aquela estrada cheia de curvas, que liga Farroupilha e Nova Roma do Sul.

img_20200627_1351210483582670346521974235.jpg

Ainda em Farroupilha, um pouco antes da ponte, tem esse capitel.

img_20200627_1351098447216830172077959048.jpg

img_20200627_135152812254966027717438197.jpg

Ao lado do capitel tem uma queda de água.

img_20200627_1351361516050368365264232071.jpg

Um pouco mais adiante tem outra cascata, que cai rente às rochas e só é plenamente visível em épocas de muita chuva. Vale a pena subir ou descer a RS-448, mas vá devagar, apreciando a paisagem e respeite os ciclistas que normalmente circulam por lá nos fins de semana. Confira mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.

A localidade do Tirol e a ponte do Bananal

São dois lugares que ficam próximos, no Vale do Caí. O primeiro é no interior de Nova Petrópolis, perto da Linha Temerária, nas margens do Rio Caí.

img_20200531_1138585558421266586581468824.jpg

São poucas casas localizadas nas proximidades desta pequena igreja.

img_20200531_1140020588583368822499250798.jpg

Para chegar lá é preciso pegar a estrada que começa na BR-116 junto a ponte do Rio Caí,  pelo lado de Nova Petrópolis. Parte asfalto e depois chão.

img_20200531_1139196204625554351979143591.jpg

Seguindo em frente pela mesma estrada, aí em chão, chega-se a Feliz. Há 2 caminhos. Um deles passa pela Ponte do Bananal, que divide Feliz e Vale Real.

img_20200531_1159436433458354504311252075.jpg

A ponte é sobre o Rio Caí.

img_20200531_1200021174947693333481071778.jpg

Eu atravessei a ponte e depois voltei.

img_20200531_1200049213465447833095836364.jpg

img_20200531_1201231724923327836396589341.jpg

No lado de Feliz, caminhei pelas margens do Rio.

img_20200531_1207305963197937874889613014.jpg

img_20200531_1208490345800403506772818419.jpg

O rio está baixo por causa da falta de chuva.

img_20200531_1209172646169506308267194570.jpg

Meu destino era a cidade de Feliz, por isso segui por estrada de chão até atravessar a tradicional ponte de ferro, que fica bem perto do centro da cidade. Feliz tem uns casarões na região da ponte. Confira mais fotos de viagens lá no meu perfil no Instagram.