Caminhando até o Morro da Canastra

Neste domingo pela manhã, bem cedo, estarei fazendo um passeio diferente. Vou subir até o Morro da Canastra, numa Trekking organizada pelo pessoal da Meta, Academia de Treinamento Personalizado, de São Vendelino. A saída é bem cedo, às 7:30 da manhã. Já andei pela região de carro e agora farei o passeio a pé. O morro tem quase 700 metros de altitude e garante uma bela vista da região do Vale do Caí.

can5

can1

A parte final da trilha é a mais complicada.

can3

Tudo isso vai valer a pena, porque o alto do morro é muito bonito.

can4

Neste domingo irei postar fotos do passeio. A foto abaixo foi feita em 2017.

can2

A caminhada termina com um gostoso café colonial no alto do Morro da Canastra. No total serão 8 km de caminhada, numa duração prevista de 2 horas. Confira mais fotos de minhas viagens lá no Instagram. Ou no Twitter.

São Francisco de Assis, cidade de casarões

Localizada na região central do RS, a cidade de São Francisco de Assis se destaca pelos seus muitos casarões no centro.

img_20190516_153715912_hdr8767485477965383951.jpg

A maioria fica na avenida principal e proximidades da praça.

img_20190516_153432480_hdr2986716783655660234.jpg

img_20190516_153339271_hdr42071011725825260.jpg

img_20190516_152903501_hdr4107708759318580109.jpg

 

img_20190516_152555172_hdr1380927208612568213.jpg

Também no centro da cidade fica a igreja.

img_20190516_152525342_hdr5835091518582101673.jpg

Numa rua transversal da avenida principal esta bela árvore chama a atenção dos visitantes.

img_20190516_153847003_hdr955718930740026240.jpg

img_20190516_153719643_hdr1888677181697437139.jpg

São Francisco de Assis parece ser uma cidade bem tranquila. Tem uma ótima padaria para lanches, a Franciscana, nesta avenida, que é a principal. Confira ainda meu perfil com fotos no Instagram. Ou no Twitter.

A estação ferroviária de Dilermando de Aguiar

Várias cidades gaúchas mantém estações de trem preservadas. Uma delas é a pequena Dilermando de Aguiar, cidade localizada na região central. Hoje, a antiga estação serve de alojamento para funcionários que fazem a manutenção da ferrovia.

img_20190516_111252146_hdr591820473250681558.jpg

img_20190516_111233608_hdr6226348674655504359.jpg

img_20190516_111218157_hdr373539665317526061.jpg

Dilermando de Aguiar não tem grandes atrações. No centro, a pequena igreja.

img_20190516_110225668_hdr1520456386299301.jpg

O acesso é asfaltado.

img_20190516_1105369746476953957196177686.jpg

Para chegar à cidade é preciso pegar a estrada que começa na BR-287, em São Pedro do Sul. Também é possível chegar a partir da BR-158. Confira ainda meu perfil no Instagram. Ou no Twitter.

A incrível ponte ferroviária de Cacequi

A maior ponte ferroviária da América Latina fica no Rio Grande do Sul, no município de Cacequi, na região central. Foi construída na década de 30, para permitir a continuação dos trens a Uruguaiana e Santana do Livramento. A ponte sobre o Rio Santa Maria tem 1.537 metros de comprimento. É toda metálica e está baseada em pilares gigantescos, na Praia dos Dourados, de areias branquíssimas.

img_20190516_134636267_hdr5097002336243625443.jpg

img_20190516_1344048062573770035072389934.jpg

img_20190516_134215769_hdr4878413090863228937.jpg

A ponte é acessível por estrada de chão, em bom estado, a poucos quilômetros da cidade. É possível chegar de carro bem na beira do rio.

img_20190516_133937781_hdr8023906050086508448.jpg

img_20190516_134333133_hdr8262828186654949671.jpg

img_20190516_133850203_hdr2918225490179915907.jpg

img_20190516_133934800_hdr8497840823660160665.jpg

Outra atração de Cacequi é a antiga estação ferroviária.

img_20190516_123305051_hdr4329225440551789468.jpg

img_20190516_131315859_hdr4780640996445501404.jpg

Na frente da estação fica este prédio em ruínas, que foi sede de um antigo clube de Cacequi.

img_20190516_1312251188134499429708865821.jpg

A estrada para Cacequi está cheia de buracos a partir da RS-241. É a RS 640, que vai até a BR-290. Tem asfalto mas bem esburacado. Tá faltando uma manutenção. De qualquer forma, vale a pena ir até a cidade para conhecer a ponte. Pelo mapa do Google é bem fácil de chegar. Confira também minhas fotos no Instagram. Ou no Twitter.

Onde tomar um café no Itambezinho

Milhares de pessoas visitam todos os meses o Itaimbezinho, mas certamente muitos deixam de conhecer este velho casarão que fica por lá. Há duas trilhas para fazer na visita ao parque. O casarão fica na trilha mais curta, que leva até as cachoeiras. Há placas indicando o caminho e em menos de 10 minutos se chega ao destino.

Uma senhora simpática que mora lá recebe os visitantes. Há vários tipos de lanches.

Depois de tomar um bom café, o bom é voltar à trilha e curtir o cânion.

A estrada de chão que leva ao parque está em estado regular. Tem uns pedregulhos, mas é possível ir de carro.

Na parte da tarde a posição do Sol é melhor para fotografar as cachoeiras.

No mais, Cambará do Sul continua na mesma. Uma cidade bem tranquila. Há mais lugares para fazer refeições, especialmente no centro.

Outro ponto de visitação bem procurado na cidade é o cânion Fortaleza, mas este, na última vez em que fui, há alguns anos, a estrada estava bem ruim. Melhor mesmo é contratar um passeio nas muitas agências da cidade e ir tranquilo. Confira também meu perfil no Instagram. Ou no Twitter.