A gruta religiosa de Doutor Ricardo

Doutor Ricardo é uma pequena cidade do Vale do Taquari, na subida para Anta Gorda, Ilópolis e Arvorezinha. Fica às margens da RS-332, que começa na RS-129 em Encantado e vai até a BR-386. Doutor Ricardo tem praticamente uma rua, além da faixa da rodovia. Na parte urbana, alguns casarões antigos.

img_20180512_1302514941368826919.jpg

img_20180512_1307404072071044153.jpg

A principal atração da cidade é a gruta Nossa Senhora de Lourdes, que fica a poucos quilômetros do centro com acesso por asfalto. A estrada começa bem no trevo principal. Depois é só seguir as indicações. A gruta foi descoberta em 1957 e inaugurada em 1959. Para chegar, é preciso descer algumas centenas de degraus.

img_20180512_12505897697474823.jpg

Com o decorrer dos anos, a Gruta passou a ser um marco referencial da fé Cristã e da devoção à Nossa Senhora de Lourdes, para a comunidade de Doutor Ricardo e região. A festa ocorre no mês de fevereiro.

img_20180512_124638958334744612.jpg

img_20180512_1248105861861923918.jpg

img_20180512_124742880205702411.jpg

img_20180512_1246598901052898373.jpg

A estrada para chegar em Doutor Ricardo passa por obras de recuperação do asfalto. No caminho fica a Linha Bonita Alta, onde fotografei esta casa.

img_20180512_1232008751641841781.jpg

A paisagem abaixo é na região da gruta.

img_20180512_124124258_hdr1301268902.jpg

Uma última foto, feita na mesma viagem, mas no interior de Teutônia, na estrada que leva à Lagoa da Harmonia. Esta casa funcionou como um moinho há muitos anos.

img_20180512_1027393781731321132.jpg

Há muitas estradas secundárias na região do Vale do Taquari que escondem verdadeiros tesouros. Basta pegar o carro e passear por lá. Confira também minhas fotos no Instagram. E no Twitter.

Cores de Gramado e Canela

O Outono é uma boa época para visitar a Serra. A vegetação muda de cor e deixa o cenário ainda mais bonito. Mesmo em dias nublados e com neblina, Gramado é 10. Um dos lugares da cidade que deve ser visitado pelo turista é o Le Jardin, parque da lavanda.

img_20180505_171611588300611421.jpg

Fina na RS 115, a estrada que liga Gramado e Três Coroas.

img_20180505_171432142674188875.jpg

img_20180505_1715108781585928197.jpg

A entrada é gratuita.

img_20180505_171656048_hdr1700765179.jpg

img_20180505_1717104322147354275.jpg

Até mesmo o tradicional desfile de carretas de Gramado tem seu charme e seu colorido.

img_20180505_1547411261542730243.jpg

A cidade vizinha de Canela não fica atrás. Na região próxima do hotel Laje de Pedra tem um condomínio com um lago. No Outono, a praça fica mais agradável.

img_20180505_093507217_hdr355004031.jpg

Canela é tradicionalmente mais calma do que Gramado.

img_20180505_093542757_hdr530163276.jpg

img_20180505_092801608_hdr1189607385.jpg

img_20180505_093116281225726647.jpg

Eu, particularmente, prefiro Gramado e Canela em dias frios e com neblina.

img_20180505_093804426435834252.jpg

Junto ao Lage de Pedra tem um mirante para o Vale do Quilombo.

img_20180505_0945149991474382337.jpg

Agora que o frio está chegando, é o melhor momento para visitar a região. Conheça também o perfil do Blog no Instagram e no Twitter.

 

Gramado: Linha Bonita e Linha Nova

Se você já comprou produtos coloniais de Gramado já deve ter percebido que boa parte deles são produzidos em localidades como a Linha Bonita e a Linha Nova. Pois é possível fazer um passeio por essas regiões, já que a estrada tem asfalto. Há passeios com guias que saem do centro da cidade, mas também é possível pegar o carro e sair por aí. A estrada começa nas proximidades do centro de eventos. Há várias atrações, como um moinho e uma casa centenária, além de famílias que oferecem cafés e refeições, e fábricas de erva mate. A maioria dos locais recebe turistas por agendamento. Mas um passeio de carro pela região também vale a pena.

img_20180505_113934043_hdr1552906520.jpg

img_20180505_1140534111373964400.jpg

Ao lado dessa pequena igreja fica um moinho, mas a visita só é feita por agendamento. Tentei conhecer o lugar, mas a dona não foi muito receptiva. Disse que só recebia pessoas após agendamento e pela má vontade dela desisti de pedir para entrar e apenas fotografar. A casa da foto abaixo é uma produtora de erva-mate.

img_20180505_113919874_hdr1916521728.jpg

img_20180505_1139070781536373249.jpg

Há outras casas antigas na região.

img_20180505_115843089_hdr1664981217.jpg

Como a Casa Centenária.

img_20180505_121253560_hdr461569732.jpg

Na próxima vez que você for a Gramado, tire um tempo para conhecer o interior.

img_20180505_1201076001768172983.jpg

img_20180505_1158297861143217287.jpg

Os produtos da Linha Nova e da Linha Bonita geralmente estão à venda na Praça das Nações. São pães, cucas e outros itens. Experimente. Conheça também o perfil do Blog no Instagram. E no Twitter.

 

De Cambará a Ausentes por estrada de chão

A distância entre Cambará do Sul e São José dos Ausentes é de 50 Km por estrada de chão. Por asfalto, é quase três vezes mais. Mas será que vale a pena pegar estrada sem asfalto? Depende da disposição. O tempo de viagem pelo asfalto será quase o mesmo. Pelo caminho em estrada de chão, há belas paisagens, que compensam o desgaste. No trecho de Cambará tem asfalto até a empresa de papel Cambará SA. Depois é chão, com muitos pedregulhos. Nossa aventura começa pelo lado contrário. Em Ausentes, a BR-285 tem asfalto.

img_20180430_090129037586928177.jpg

Mas são poucos quilômetros. Depois entra a parte sem asfalto.

img_20180430_0933055711972078960.jpg

O trecho de Ausentes está melhor. Tem menos pedras e paisagens mais bonitas. Também são vários os pontilhões de madeira pelo caminho.

img_20180430_0933121591360125658.jpg

Há vários lugares que dá vontade de parar o carro e fotografar.

img_20180430_0936525231268517364.jpg

img_20180430_0939410231275637203.jpg

Numa das pontes logo depois da primeira pousada tem uma cascata, que pode ser vista do terreno da pousada. Na parte de cima a visão é restrita.

img_20180430_0939521761576341030.jpg

Se a estrada fosse asfaltada, certamente iria incrementar o turismo.

img_20180430_093323025702455073.jpg

Para quem for pegar a estrada de chão, melhor é sair de Ausentes para Cambará, porque pega o trecho descida.

img_20180430_0941307781665019804.jpg

img_20180430_104047470624441664.jpg

De qualquer maneira é um belo passeio. Pegue o carro e vá sem pressa.

img_20180430_094156030952050593.jpg

img_20180430_1040393261036916658.jpg

Cambará e Ausentes são cidades pequenas. Em cambará há mais pousadas. A cidade tem os cânions Itaimbezinho e Fortaleza. Em Ausentes tem o cânion Monte Negro, que já foi tema de post aqui no Blog. Curta também minhas fotos no Instagram e no Twitter.

Igrejinha: hotel e shopping a céu aberto

Quem passa pela RS-115 em Igrejinha em direção a Gramado já deve ter percebido o hotel Ibis, à direita de quem sobe. É a mais nova opção de hospedagem na região. Foi inaugurado em 2017. O hotel é um dos mais novos da rede. Tem uma bela decoração interna.

img_20180429_0755249621111516523.jpg

img_20180429_0756422131445907373.jpg

img_20180429_0756317951939244950.jpg

img_20180429_075751834196584640.jpg

Junto ao Ibis de Igrejinha tem um Madero Conteiner. Lá é possível saborear o melhor hamburguer do mundo.

img_20180428_191439073_ll1634774616.jpg

O Ibis de Igrejinha tem um amplo estacionamento, que não é cobrado.

img_20180429_075216320_hdr1696115466.jpg

img_20180429_073020243458192846.jpg

img_20180429_0730362941902121814.jpg

Na mesma área do hotel tem um shopping a céu aberto. O Alles Blau nasceu de uma ideia planejada para unir comércio e bem-estar em meio a um amplo ambiente de lojas com grifes de grande prestígio. São mais de 10 lojas que apontam para as tendências da moda masculina e feminina em roupas.

img_20180429_073056102397958619.jpg

img_20180429_0730599181367896572.jpg

Bem na margem da rodovia tem um restaurante e um posto de combustível. Nos fundos, a Igrejinha Mãe Santíssima foi construída a pedido dos filhos de Erna Grings para homenageá-la. Dona Erna e Sr. Almiro foram os fundadores de uma das maiores empresas da região, a Picadilly fábrica de calçados. Os filhos, igualmente empreendedores, são os proprietários do centro de conveniências  Alles Blau.  O responsável é o  o artista Zeca Zenner . Nordestino, ele aprendeu técnicas construtivas com o carnavalesco Joãozinho Trinta e utilizou essas técnicas cenográficas para construir a igreja.

img_20180429_0754175151958465033.jpg

A torre e as paredes da edificação não são em madeira e alvenaria, mas em fibra.  Numa zona de colonização, onde há seguidores de diversas religiões, ela foi idealizada como um templo ecumênico. A visitação a parte interna tem horário. Ocorre aos sábados, domingos e feriados das 11h30 às 14h.

img_20180429_075434304424231739.jpg

Bem, o lugar é bem bacana para conhecer. E se você estiver com fome, não esqueça do hamburguer….

img_20180429_073209507_hdr828318158.jpg

Quem se hospeda no hotel e fica com quarto para os fundos, pode se deparar com esta vista ao acordar pela manhã.

img_20180429_071314568_hdr757391625.jpg

Igrejinha tem várias lojas de calçados, para quem gosta de fazer compras. O Ibis de lá é uma boa opção de hospedagem para quem pretende passear em Gramado. Uma diária para casal sai em torno de 140 reais, sem café da manhã, que é cobrado à parte. Mas café também tem no posto que fica a lado. Curta minhas fotos lá no Instagram. Ou no Twitter.