Na estrada: de Anta Gorda para Relvado

No Vale do Taquari há vários caminhos secundários entre as cidades, para fugir da BR-386 e estradas estaduais. A região é uma das mais bonitas do RS, mesmo em dias de nevoeiro. Em maio, fiz um desses roteiros alternativos. No caminho, muito lugar para fotografar.

img_20180513_10002591627883185.jpg

A estrada de chão está em ótimas condições. Era um domingo de céu fechado, encoberto por um denso nevoeiro em algumas regiões. Saí de Anta Gorda, onde já mostrei este bom hotel para passar a noite, o Lazzari, que fica na rua principal, na frente da praça.

img_20180513_0933275701555538258.jpg

img_20180513_093334298858773574.jpg

Depois de mais de 10 km até a RS-332, desci alguns quilômetros até Doutor Ricardo, onde peguei uma estrada à direita que vai até Relvado. A foto abaixo foi feita na ponte que mostrei no início do Post.

img_20180513_1000519511149093215.jpg

Muitos lugares bonitos, mas o nevoeiro prejudicou algumas fotos. Relvado é uma pequena e limpa cidade, que tem algumas cascatas já mostradas pelo Blog. Uma igreja no centro e algumas casas antigas espalhadas.

img_20180513_101647147628747810.jpg

img_20180513_1016252061122575039.jpg

A estrada principal de acesso a Relvado é asfaltada e tem trechos muito bonitos, como este, já perto da RS-332 de novo.

img_20180513_1041414621088131048.jpg

Depois de Relvado passei por Encantado e entrei em Roca Sales em direção à Colinas, quando o Sol finalmente apareceu. A paisagem abaixo já é em Colinas.

img_20180513_1125354482061806993.jpg

O Vale do Taquari tem muitas pequenas cidades que possuem atrativos turísticos, a maioria no interior, por isso é fundamental pegar algumas estradas secundárias de vez em quando. Para acompanhar minhas viagens, me siga no Instagram. Ou no Twitter.

 

Café, almoço ou janta na Parada Toigo de Anta Gorda

A Parada Toigo de Anta Gorda é uma cantina com atendimento familiar, aconchegante, que oferece refeições com o sabor do interior. Está está localizada no Distrito de Itapuca, a uns 17 Km do centro. O acesso por Ilópolis é mais perto, cerca de 14 Km. Nos dois casos a estrada é de chão, mas em bom estado.

img_20180512_1614235481489824688.jpg

img_20180512_161342328_hdr795793721.jpgA família Toigo oferece culinária italiana de excelente qualidade. Pães e cucas assados em fornos a lenha, massas, queijos, salames, café passado, leite, vinho, carnes assadas podem ser apreciados pelos visitantes. Eu optei por um café colonial, que sai a 28 reais por pessoa. Todos os produtos servidos são produzidos pela família.

img_20180512_1622146431965726295.jpg

img_20180512_161906484470190547.jpg

img_20180512_1619564151724520147.jpgO local é muito agradável, inclusive para quem viaja com crianças.

img_20180512_1613583872129016363.jpg

img_20180512_161625955_hdr874766774.jpg

img_20180512_1616037491625494507.jpg

img_20180512_161327453_hdr528443017.jpgA Parada Toigo fica a 300 metros da gruta de Itapuca. Atendimento apenas com reserv a antecipada. Contato: 51-3756-1147, ramal 225. Celular número 51-9707-4641. WhatsApp: 51-9712-6694. A foto abaixo é da rua principal do Distrito de Itapuca. É seguir em frente que 3 km depois fica a Parada Toigo.

img_20180512_160013756638574941.jpg

Confira também as dicas de lugares para conhecer e fotos no meu perfil no Instagram. Ou pelo Twitter.

Ubirici: para quem busca um pouco de frio…

Uma pequena e fria cidade

Urubici é uma das cidades mais frias do Brasil. Fica no chamado planalto serrano de Santa Catarina, perto de São Joaquim, que acaba levando a maior fama e atrai turistas no inverno em busca de neve, mas Urubici tem mais atrativos naturais. Há, por exemplo, o Morro da Igreja, cascatas e outros pontos turísticos. É uma cidade bem pequena, em meio a um vale, como se pode ser na foto abaixo: uma vista do mirante:

im1

Urubici tem muitas pousadas, mas bom mesmo é ficar no Urubici Park Hotel, que fica bem no centro da cidade e de onde é possível sair para qualquer passeio. Como se pode ver, Urubici é uma cidade bem pequena.

ima3

ima2

Na zona rural, a caminho do Morro da Igreja, tem algumas paisagens bem bacanas.

Urubici fica numa altitude de 915 metros. São Joaquim a 1.353 metros. O Morro da Igreja está a 1.828 metros. Lá tem uma base da Aeronáutica e a chamada Pedra Furada. A estrada para o morro é asfaltada e muitos turistas procuram o lugar.

fotos: arquivo pessoal.

Acompanhe também minhas fotos no Instagram e no Twitter.

A gruta religiosa de Itapuca

Esta gruta chamada de gruta de Nossa Senhora de Lourdes é uma das maiores em pedra basalto da América Latina. A festa da santa acontece em fevereiro, quando a região fica lotada de fiéis. A gruta foi descoberta em 1922 por moradores da região, e a área que era particular foi doada pela família Toigo ao município.

img_20180512_154003685276092747.jpg

Para chegar na gruta, é necessário descer – e depois subir – 127 degraus.

img_20180512_1541048961539374069.jpg

img_20180512_153913183_ll1819337101.jpg

Nos fins de semana são celebradas missas no local.

img_20180512_154039794317389166.jpg

img_20180512_153921843672370347.jpg

A gruta tem mais dois salões, mas somente o primeiro é utilizado. Os outros não são abertos à visitação.

img_20180512_153848811647841107.jpg

img_20180512_153811401971497380.jpg

Para chegar na região da gruta são 14 Km por estrada de chão, mas não se assuste, porque a estrada é boa, com belas paisagens.

img_20180512_1507145462013026447.jpg

img_20180512_1511467171956421388.jpg

A gruta fica no povoado de Itapuca, que pertence ao município de Anta Gorda. Pouco mais de 100 famílias moram por lá.

img_20180512_160013756638574941.jpg

Além da igreja, o distrito tem este casarão antigo, de 1908, onde funciona um armazém.

img_20180512_1600361471178781944.jpg

Lá, é possível comprar de tudo um pouco, desde roupas até alimentos e itens de decoração. A dona é a comerciante Deomira Bertuol, uma das mais antigas moradoras de Itapuca.

img_20180512_160227684712088734.jpg

Dona Deomira conta ótimas histórias da região. Veja também minhas fotos lá no Instagram. Ou no Twitter.

O Moinho Dallé de Anta Gorda

Anta Gorda não é uma cidade com grandes atrações turísticas, mas tem lugares interessantes para conhecer. Um deles é o Moinho Dallé, que fica na Linha Borghetto, bem na entrada da cidade. Perto do centro, fácil de ir de carro.

img_20180512_140925399_hdr237933971.jpg
O prédio é de 1919 e o moinho funciona até hoje, produzindo farinhas. Comercializa a farinha de milho “La Mamma”.

img_20180512_140938169_hdr646850411.jpg

img_20180512_1409596231161609882.jpg

O Moinho Dallé está incluído no Caminho dos Moinhos, um roteiro turístico pela região que ainda não engrenou. Há moinhos também em Ilópolis, Putinga e Arvorezinha.

img_20180512_141105036612982803.jpg A Vila Borghetto tem outros casarões, como este da foto abaixo, onde funciona um armazém.

img_20180512_141804272_hdr488366429.jpg

No centro de Anta Gorda, tem a praça central na frente da igreja, onde fica a estátua da Anta.

img_20180512_1330501491657989765.jpg

img_20180512_1330577781297669148.jpg

A principal festa da cidade é a Festleite, que em 2018 foi realizada em abril.

img_20180512_1329571021942471151.jpg

Um bom hotel para se hospedar em Anta Gorda é o Lazzari, que fica na frente da praça.

img_20180513_0933275701993274747.jpg

Quem circula de carro pelas estradas rurais, tem a chance de ver belas paisagens.

img_20180512_150705688_hdr78917083.jpg

img_20180512_1509032662017496865.jpg

Anta Gorda tem uma gruta religiosa no distrito de Itapuca, que será tema do Blog nos próximos dias. Eu também costumo publicar fotos no Instagram e no Twitter.