Serafina Correa: cidade do frio, do Cristo e do balneário

Serafina Correa ficou conhecida ultimamente pela baixa temperatura no Inverno, graças à estação que o Inmet instalou por lá. A estação fica na Escola Municipal Agrícola, cujo caseiro é o Clayton Mota, que nos meses mais frios do ano acorda pela manhã com temperatura abaixo de zero. Ele sai de casa todo dia às 6h, mesmo com frio

DSCN2601

E olha que nos últimos anos tem feito muito frio em Serafina Corrêa. Já fez quase 5 graus abaixo de zero por lá. E o Clayton enfrenta esse frio todo bem cedo pela manhã, para desempenhar suas atividades na escola. Ele cuida dos animais e das plantas. Natural de Pelotas, Clayton trabalha há 7 anos na escola agrícola e mora há 14 anos em Serafina. Com a mulher e quatro filhos. Ele garante que o frio não preocupa, está acostumado. Quanto a sair de casa muito cedo, mesmo com temperatura negativa, o Clayton afirma que não pensa muito a respeito “tem que trabalhar” afirma. Sobre o frio deste ano, o caseiro da escola municipal diz que nunca viu nada igual. Foram 7 dias seguidos com geada. A água congelou e foi preciso usar água quente nos canos para a torneira funcionar. Teve um dia que foi obrigado a aquecer um bezerro recém nascido em uma sala para evitar que o animal morresse de frio.

DSCN2587

A escola agrícola onde foi instalada a estação do Inmet fica na estrada que leva ao Rio Carreiro, que divide os municípios de Serafina Corrêa e Nova Bassano. É na Linha Bento Gonçalves. A escola tem quase 30 anos e oferece um ensino diferente dos demais colégios da cidade. Os alunos estão em contato direto com a natureza, com aulas teóricas e práticas durante 8 horas diariamente.

DSCN2606

DSCN2604

DSCN2605

Os ex-alunos Leandro Garbin e Dilamar Treviso costumam frequentar o colégio nos fins de semana. Os dois são amigos do caseiro Clayton e costumam reunir as famílias para confraternizar. Eles contam que já viram muito frio na região de Serafina. Em 1965, nevou tanto que a camada chegou a mais de 10 Cm e foi preciso usar trator para liberar algumas estradas do interior. Hoje, eles afirmam, o ensino na escola é diferente. Na época em que foram alunos, os estudantes participavam mais, plantando as frutas que hoje são colhidas por lá.

DSCN2597

DSCN2596

A estação do Inmet é bem simples, mas funciona. Por ser nova, ainda falta colocar uma cerca em volta, por exemplo, para afastar curiosos.

DSCN2591

Lá tem o termômetro para medir a temperatura, o pluviômetro para verificação da chuva e outro equipamento para medir a velocidade e direção do vento.

DSCN2592

DSCN2593

DSCN2594

Serafina Corrêa é uma pequena cidade localizada na Serra, já quase na região do Planalto. Fica bem perto da região conhecida pelos Viadutos ferroviários, em Dois Lajeados, Vespasiano Correa e Muçum. Serafina já foi mais beneficiada pelo turismo. Tem dois hotéis. A Via Genova, que já foi uma das atrações, está meio esquecida. Falta uma atenção maior com o Turismo, que é uma grande fonte de renda nesse tempo de crise. As pessoas continuam viajando e agora, com o dólar alto, a procura por destinos locais aumentou. Serafina está a mais ou menos 600 metros de altitude. A estação do Inmet fica a 530m. Faz muito frio lá sim. Mesmo no centro da cidade. Basta passar um fim de semana de Inverno por lá para perceber. Outra grande atração da cidade é usada mais no verão. O camping do Rio Carreiro, que fica sempre lotado nos fins de semana quentes. Serafina tem um ótimo restauramte/pizzaria, o Grão de Bico. Tem uma confeitaria/padaria, a Paladar, entre outras atrações. O Rio Carreiro fica a uns 2 Km da estação do Inmet.

DSCN2610

DSCN2611

DSCN2613

DSCN2614

Outra atração é o Cristo, localizado no alto de um morro, que oferece ao visitante uma vista da cidade. O monumento foi inaugurado em 1958 e pode ser acessado a partir da RS-129, perto da entrada da cidade.

DSCN2619

DSCN2618

Para concluir: o que falta para atrair mais turista? Quem sabe reduzir preços dos hotéis nos fins de semana, para tentar acomodar pessoas que visitam a região dos Viadutos, por exemplo. Melhorar a Via Gênova. Fazer mais festas, como a Festpizza, uma atração pouco conhecida na maior parte do RS. E, claro, Serafina pode e deve aproveitar a estação do Inmet e atrair turistas que gostam e procuram lugares frios. Eu também tenho perfil no Instagram e no Twitter.  Confira no mapa a localização de Serafina Correa:

rs21_64

 

Abaixo uma foto do Face da Prefeitura de Serafina Corrêa, confirmando a grande ocorrência de neve em 65.

seraf

A foto prova que realmente já fez e ainda faz muito frio na cidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s