O berço da Imigração Italiana no RS e seu antigo armazém

O Parque Centenário da Imigração Italiana fica em Nova Milano, um distrito de Farroupilha, na Serra Gaúcha. É às margens da RS-122, no quilômetro 55. Foi nesta localidade que chegaram Stefano Crippa, Tommaso Radaelli e Luigi Sperafico, as três primeiras famílias de imigrantes italianos do Rio Grande do Sul, em 1875.

DSCN2712

DSCN2705

DSCN2707

Há no parque, inclusive, um monumento inspirado nessas famílias. O monumento, com formas abstratas, simboliza a conquista da Serra gaúcha pelos imigrantes.

DSCN2713

DSCN2715

A reprodução dos primeiros passaportes dos imigrantes está lá.

DSCN2717

O parque foi inaugurado em 1975, mas recentemente recebeu melhorias. Entre elas, a recomposição da réplica do Leão Alado de São Marcos. O leão é o símbolo da cidade de Veneza e foi oferecido à cidade de Farroupilha pelo governo italiano.

DSCN2720

Outro presente de Veneza é uma autêntica gôndola, que estava no centro de Nova Milano e foi transferida para o parque.

DSCN2710

DSCN2711

Também ficam no parque 24 bandeiras de municípios da região de colonização italiana. O parque centenário de Nova Milano tem um açude, acessibilidade com rampa, piso tátil em todo o percurso, playground para crianças com pista para ciclistas, iluminação, bancos de concreto e lixeiras.

DSCN2718

DSCN2709

DSCN2708

DSCN2719

O local é usado por moradores da região para caminhadas e para o lazer, especialmente nos fins de semana.

DSCN2721

DSCN2725

DSCN2722

Nova Milano fica a poucos quilômetros de Farroupilha, na RS-122. AÉ lá também que está localizado o Armazém Bergamo, num prédio de 1884 na avenida central deste distrito de Farroupilha. É o mais antigo da região. O armazém funciona até hoje no piso inferior do casarão, onde também mora a família que é dona do lugar.

DSCN2737

DSCN2738

DSCN2740

Além de um “secos e molhados” o Bergamo é um pequeno museu conservado por gerações de descendentes de Stefano Crippa, integrante de uma das três primeiras famílias a desembarcar em solo gaúcho no ano de 1875. Stefano Crippa inaugurou o negócio para a filha Rosa e o genro Pedro Bergamo tomarem conta. O armazém é administrado atualmente pela bisneta de Stefano Crippa, Beatriz Elvira Bergamo Flach, e o marido Ilario Flach, um senhor muito simpático e atencioso.

DSCN2741

Seu Ilario é procurado por várias pessoas, inclusive de outros estados e países, que buscam saber mais sobre histórias dos primeiros imigrantes e de outras personalidades, já que ele arquiva com cuidado documentos, fotos, reportagens, enfim, tudo que possa servir de material de pesquisa. Estudantes também visitam o local. Seu Ilario está sempre envolvido com a comunidade e se encarrega de organizar a memória do município. As relíquias são guardadas em caixas de papelão e em pastas, tudo muito organizado. Ao ingressar no armazém, balcões antigos chamam atenção.

DSCN2730

DSCN2731

DSCN2732

DSCN2733

Nova Milano é considerada o berço da imigração italiana aqui no Estado. De lá, as famílias que chegavam eram levadas para outras regiões lá na Serra. No armazém Bergamo há uma placa com o primeiro passaporte concedido a imigrantes.

DSCN2735

DSCN2734

O armazém fica bem na frente da praça principal e da igreja de Nova Milano.

DSCN2729

Nova Milano fica a poucos quilômetros do centro de Farroupilha, na Serra Gaúcha. Confira também minhas fotos lá no Instagram. Eu também estou no Twitter.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s