Na Linha Garibaldi e Barra do Guaporé

Para chegar a esta região do RS subi a RS-130 a partir de Lajeado, estrada que depois vira a RS-129 na altura de Encantado. Na largada, passei por dentro de Arroio do Meio pela Ponte de Ferro e descobri este belo casarão antigo que, aliás, está à venda.

Depois que peguei a rodovia estadual, acabei entrando num desvio do pedágio e fui parar na Linha Garibaldi, em Encantado. Bem perto da Lagoa Garibaldi fica a Capela Santo Antônio.

A maior parte do desvio era de estrada de chão, mas na região da capela o trecho é asfaltado, conhecido como Estrada São José. Não recomendo o desvio porque é longo.

Passei ao lado da Lagoa Garibaldi e voltei à rodovia, a RS-130, seguindo em direção ao norte. Em seguida fica uma região conhecida como Barra do Guaporé, às margens do rio do mesmo nome. Lá tem a capela São Máximo.

Quase na frente da igreja há um antigo prédio em ruínas. Provavelmente um antigo moinho.

Em outra oportunidade vou seguir pela estrada São José, que vai dar pelas bandas de Capitão. Este roteiro seguiu pela RS-129, mas isso é tema para os próximos Posts. Confira mais fotos de viagens lá no meu perfil no Instagram.

O Casarão 1894 de Teutônia

Este antigo casarão no bairro Canabarro de Teutônia tem quase 130 anos e há dois anos foi reformado e começou a operar como local para eventos. Por causa da pandemia, fechou durante a maior parte de 2020, mas deve reabrir este ano.

O casarão é usado para eventos em geral, inclusive casamentos. Ate uma suíça já veio especialmente para casar aqui. O interior do casarão foi remodelado para permitir a realização dos eventos.

Alguns móveis antigos ainda são encontrados por lá.

A parede antiga era assim.

Também há espaço para eventos no porão.

A foto acima mostra como era o casarão original. Hoje, há algumas mudanças no lado externo.

Também no bairro Canabarro de Teutônia, encontrei este casarão antigo, mas abandonado.

Teutônia tem três bairros separados que formam a cidade. Para chegar ao Canabarro, usei uma estrada secundária asfaltada a partir de Paverama. Desta forma escapei de pagar o segundo pedágio da BR-386 para quem sai de Porto Alegre. Confira mais fotos de viagens no meu perfil no Instagram.

A Represa da Maestra de Caxias do Sul

Caxias tem algumas represas para o abastecimento de água à população. A mais famosa é a das Marrecas. Em dezembro do ano passado, num passeio pelo interior do município, passei pela barragem da Maestra.

O céu estava nublado e tinha chuva chegando.

Perto da represa tinha esta pequena capela, numa comunidade do interior de Caxias, na estrada velha que leva a Flores da Cunha.

Aliás, eu cheguei lá a partir de Flores da Cunha, pegando um caminho por dentro, em vez de usar a RS-122. Passei pela comunidade São João Batista, em Flores.

Acho que já conheço a maioria das comunidades da Serra. Pelo menos as principais. Confira mais fotos de viagens lá no Instagram.

O Travessão Aciolli de Nova Pádua

O município de Nova Pádua tem muitas comunidades, chamados de travessões. O Travessão Aciolli é um deles e fica ao nordeste da sede. Todas essas comunidades tem suas igrejas ou capelas e outros atrativos. No Travessão Aciolli, a igreja se chama Nossa Senhora de Caravággio.

O caminho até lá tem asfalto. E belas paisagens.

A igreja tem uma construção bem simples, mas é bonita.

Ao lado da igreja tem uma pequena escola abandonada.

Esta casa antiga fica na região.

Antes de chegar ao Travessão Aciolli, passei pelo Travessão Paredes, onde descobri outra casa antiga.

Percorrendo outras localidades de Nova Pádua, fui parar no Travessão Leonel, lá para os lados do Rio das Antas.

Acho que já percorri todos os travessões de Nova Pádua, cidade que é vizinha de Flores da Cunha e tem um lugar bem bonito com vista para o Rio das Antas. O Belvedere dos Sonda, que já foi tema de outro POST. Para acompanhar mais de minhas viagens, confira meu perfil no Instagram.

Uma vinícola em Farroupilha e Feira do Livro em Caxias

Um dos caminhos para chegar a Farroupilha passa pelo Desvio Blauth, a partir de Carlos Barbosa. Logo no início, já quase em Garibaldi, fica a Vila Rica, com a sede da Vinícola Chesini.

Um dos destaques da vinícola é o Moscatel, que é premiado.

No interior da vinícola tem um memorial, que conta a história da família.

Na parte externa, um espaço para relaxar em meio aos vinhedos.

Este passeio foi feito na primeira quinzena de dezembro do ano passado e a Serra estava com as hortênsias em evidência.

Na frente do restaurante Caminhos do Trem, uma linha férrea desativada.

Em Caxias, acontecia mais uma edição da Feira do Livro, na Praça Dante.

O céu nublado prometia chuva, que naquele dia não veio. No fim da tarde o tempo melhorou e ficou bem bonito na cidade.

A foto acima foi feita a partir do Tri Hotel e Flat no centro, na Avenida Os 18 do Forte. Um dos hotéis mais baratos de Caxias e mais confortáveis também. Confira mais fotos de viagens lá no Instagram.